Lançamento do Bitso+

O que é Bitso+ e como funciona o rendimento em criptomoedas?

Certamente um dos aspectos que chama a atenção quando o assunto são criptomoedas são as possibilidades financeiras desse universo. Ou, em bom português: algum modo pelo qual você pode obter algum retorno por tê-las na sua carteira. Se você busca um jeito seguro de fazer isso, leia esse artigo até o final, porque nele vamos falar sobre o Bitso+, uma forma super fácil de você ter rendimentos passivos com as suas criptomoedas.

Aqui no Blog você consegue ficar por dentro de diversos projetos e aspectos interessantes e relacionados com as criptomoedas, em seus aspectos positivos e pontos de atenção, de modo que isso te permite tomar melhores decisões. Com Bitso+ uma coisa muito interessante acontece: antes mesmo de pensar em explorar caminhos mais amplos você já pode começar a ganhar em cripto.

Sim, as possibilidades disponíveis dentro do campo das Finanças Descentralizadas são bastante amplas e diversas e, como já te recomendamos, vale que você confira esses diversos projetos nos outros artigos. Mas a grande sacada do Bitso+ é ter acesso a resultados enquanto você pesquisa mais sobre esse assunto ou, se quiser, enquanto dorme.

Animou? Então vamos agora te explicar como isso tudo funciona!

O que é Bitso+?

Vamos imaginar seu perfil enquanto você lê essas linhas: entusiasta de criptomoedas, procura saber mais sobre projetos diferentes e, querendo saber de uma abordagem mais séria sobre esse assunto (sem sensacionalismo nem falsas promessas), acabou caindo aqui neste artigo. Além disso, é uma pessoa que pensa “que mal tem em querer ter algum ganho com criptomoedas?”.

Não sabemos se acertamos na mosca, mas desconfiamos que você vai gostar de saber que apenas por ativar um produto Bitso diretamente pelo aplicativo já será possível exatamente isso: ter ganhos em criptomoedas de maneira fácil.

Bitso+ é um produto da Bitso em que, ativando uma função nova no aplicativo, você passa a ter rendimentos sobre o saldo de determinadas criptomoedas. Por enquanto, essas criptomoedas são o Bitcoin e USD Stablecoins.

Tendo saldo em USD stablecoins ou em Bitcoin com o Bitso+ ativado, você passa a ter rendimentos sobre esse saldo ao longo do tempo, de acordo com o período que deixar esse saldo lá depositado. E esse rendimento é depositado na sua conta Bitso, semanalmente.

Como funciona o Bitso+?

A partir do momento em que você ativa o Bitso+ dentro do aplicativo e então descobre quais são as criptomoedas que permitem esse saldo, basta que você deposite os recursos e espere que o tempo passe. 

É tão simples quanto isso, mas ainda tem uma vantagem adicional: não são cobradas taxas adicionais, não há um valor mínimo de depósito e não é necessário manter o saldo por algum prazo pré-determinado.

Sobre esses três aspectos, você realmente não leu errado: basta deixar o saldo nas criptomoedas informadas e ativar o Bitso+ para ter esses ganhos, sem taxas e sem prazo de “congelamento” de recursos. É possível que você faça o saque de tudo que têm na Bitso, incluindo os recursos empenhados no Bitso+, a qualquer momento. Isso sim é uma verdadeira revolução!

Em relação a esses ganhos, eles acontecem de maneira escalonada em relação ao quanto de recursos você tiver, em faixas diferentes e dependendo de ser Bitcoin ou o saldo em USD stablecoins. Considerando todos os valores em dólares:

  • Se for Bitcoin, até 0,4 BTC seu rendimento será de 6% ao ano e, sendo superior a 0,4 BTC, esse rendimento dos fundos adicionais passa a ser de 3,5% por ano;
  • Considerando todo o saldo de USD stablecoins: até mil USD stablecoins o rendimento é de 15% ao ano; de dois a vinte mil USD stablecoins, rendimento de 10% ao ano; e superando 20k USD stablecoins nesse saldo, o rendimento passa a ser de 7% anuais.

Para que você entenda melhor o que esse “ganho escalonado” significa, vamos a um exemplo ilustrativo. Suponha que você tenha na Bitso, com o Bitso+ ativado, 0,65 BTC e um saldo em USD stablecoins participantes de 25 mil USD stablecoins. Como funcionará o rendimento? Assim:

  • Em Bitcoin: 0,4 BTC rendendo 6% ao ano e 0,25 BTC (o que supera o 0,4 inicial) rendendo 3,5% anuais;
  • Em stablecoins: mil USD stablecoins rendendo 15% ao ano, 19 mil USD stablecoins rendendo 10% anuais e os cinco mil restantes com rendimento anual de 7%.

Dessa forma, há sim incentivo para que você acabe depositando mais, mas não é por isso que os rendimentos iniciais serão perdidos (ou todos transformados apenas naquele rendimento final). Todos esses ganhos ocorridos são gerados e ficam disponíveis em cripto e podem ser convertidos/sacados a qualquer momento.

Lembrando que, para isso, basta que você ative o Bitso+ e tenha saldo em Bitcoin e em USD stablecoins participantes. Viu só como é fácil?

De onde vem esses rendimentos?

Como você já deve ter conferido (e se não, fica a dica!) em outros artigos aqui do nosso Blog, quando falamos em criptomoedas as possibilidades de ganhos e rendimentos são bastante amplas. É possível, por meio de plataformas CeFi (empresas) e também protocolos DeFi (via smart contracts), obter esses retornos com diferentes estratégias.

Um ponto que é sempre importante de reforçar é que esses rendimentos estão sujeitos às condições de mercado e muitos outros fatores que podem fazê-los mudar (para baixo ou para cima), assim como é com a volatilidade nas cotações de cada criptomoeda ou projeto desse universo.

Quem estiver inscrito no Bitso+ ganha rendimentos com criptomoedas que deixar na Bitso (BTC ou as stablecoins participantes) porque, com esse saldo, fornecedores de rendimento com os quais a Bitso tem parceria exercerão suas estratégias para buscar esses ganhos. 

Diferentemente de muito do que se pode encontrar por aí, esses fundos ficam 100% disponíveis para saques e conversões o tempo todo. Ah, e tem mais: além dos rendimentos obtidos nessas estratégias, pode ser que a Bitso use seus fundos para fornecer as taxas oferecidas em certas criptos para se distinguir de outros players de criptos e aumentar a adoção. E aí você também ganha com isso!

Vale sempre lembrar que, como toda estratégia, existem riscos, por isso a Bitso se compromete a realizar um processo detalhado de verificação (ou due diligence) sobre todas as plataformas CeFi e protocolos DeFi com os quais estabelece parceria, para justamente minimizar estes riscos.

Vantagens e pontos de atenção do Bitso+

Antes de tomar qualquer decisão, principalmente no que envolva criptomoedas, sempre é importante que você pare para pensar nas vantagens e nos pontos negativos daquela ideia. Vamos então te contar esses aspectos todos do Bitso+.

Sobre as vantagens, temos que:

  • Não há saldo mínimo a depositar, o que favorece quem todos com interesse nesse mercado;
  • Não existem taxas para o uso do serviço, basta ativar (e você só ativa uma vez);
  • Não existe prazo de “congelamento” de recursos, como por exemplo acontece em projetos em que você oferece a liquidez e ganha rendimentos mas precisa manter os recursos lá parados por um tempo;
  • Flexibilidade total: o dinheiro que estava parado em criptos agora te dá rendimentos passivos, sem que você precise tomar nenhuma ação adicional, a não ser ativar o Bitso+ no seu app.

Olhando para os pontos de atenção, vemos os seguintes:

  • Volatilidade: sim, stablecoins tendem a ser estáveis, mas possuem cada uma seu respectivo risco e mesmo com a seleção realizada pela Bitso os riscos dos projetos não somem – e no caso de Bitcoin a volatilidade é um fator bastante presente;
  • Ganhar em cripto: se por um lado isso é positivo, pode ser um pouco complicado se você se esquecer que os retornos ali presentes são naquela moeda (mais volátil) e não em Real.

Sobre este último ponto de atenção, um exemplo ajuda a ilustrar. Imagine que, no lugar de ganhos em criptos, você investiu em algo que te traz ganhos em dólar. Se te contar que em um determinado ano sua carteira ganhou 15% em dólar, é boa ou má notícia? Vai depender do quanto o dólar se valorizou ou não em relação a outras moedas.

Ainda neste exemplo, colocando números a questão fica ainda mais direta. Suponha que a aplicação tenha sido de dez mil dólares e tenha tido 10% de ganhos em dólares. No fim do período, então, o saldo é de onze mil dólares. Nada mal. Mas pense se nesse período aconteceu uma desvalorização forte do dólar, em que ele tenha saído de R$5,70 para R$4,60.

Neste caso, você começou a aplicação, em reais, com R$57.000,00 (dez mil dólares com cada um deles valendo R$5,70) e, ao final, encontrou R$50.600,00 (onze mil dólares multiplicado por R$4,60).

Essa situação pode ser muito específica, mas literalmente aconteceu no Brasil entre o meio de dezembro de 2021 e a segunda quinzena de abril de 2022. Você não pode desconsiderar as chances de que essa conversão entre os valores em cripto e o que você tiver em recursos fiduciários caso decida converter possa te trazer ganhos ou perdas consideráveis. 

Vale a pena estar com o Bitso+ ativado?

Considerando que você tenha saldo na Bitso em Bitcoin e na USD stablecoins ou mesmo tenha a intenção de ter esses recursos em nossa exchange, vale sim a pena ativar o Bitso+ nesse exato momento. Isso acontece porque, enquanto pesquisa sobre outros projetos, já passa a ter ganhos sobre esse saldo.

É preciso considerar todos os aspectos positivos e de atenção que te trouxemos, mas dado que sequer existem custos por esse serviço, depósito mínimo ou “prazo de carência”, não parece má ideia dar uma chance para que essa ferramenta te traga ganhos.

Ah, e claro: para pesquisar sobre outros projetos, recomendamos fortemente que você dê uma olhada nos demais artigos aqui do nosso Blog!

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.