blockchain na saúde

Blockchain na saúde: 5 formas de aplicação dessa tecnologia nesse setor

Responda uma coisinha aqui para nós: se você precisar ir agora ao médico, consegue descrever para ele, em detalhes, todo o seu histórico clínico? Concorda que isso seria muito mais fácil e rápido com o uso da tecnologia? Pois saiba que o uso de uma rede blockchain da saúde tem essa função, entre outras.

O blockchain na saúde é uma ferramenta promissora que pode ser usada para a criação de prontuários eletrônicos seguros, a serem compartilhados e acessados por diferentes instituições da área, gerando mais qualidade para o atendimento médico prestado.

Mas além de aprimorar os registros médicos e facilitar o acesso a esses dados sem o risco de serem alterados ou apagados, essa tecnologia também pode ser aplicada para aumentar a rastreabilidade de suprimentos do setor e até para a previsão e controle de epidemias.

Ou seja, há muitas vertentes nas quais o uso do blockchain na saúde pode ser benéfico, e todos eles favorecem tanto a atuação das empresas e dos profissionais da área quanto os pacientes.

Mas por que essa tecnologia tem se mostrado tão interessante para o setor de saúde? Um dos principais motivos é que ela promove uma segurança no armazenamento e transmissão de dados bastante superior a outras soluções.

Sua forma de validação garante que as informações armazenadas nos seus blocos se tornem invioláveis e incorruptíveis, além de descentralizadas e transparentes.

Especificamente na saúde, o processo de criptografia pelo qual passam todos os dados contidos nessa rede asseguram, por exemplo, que as identidades dos pacientes não sejam desvendadas.

Essa tecnologia tem tanto para crescer que um levantamento da Gartner apontou que, até 2025, suas soluções podem atingir US$ 176 bilhões, indo para mais de US$ 3,1 trilhões até 2030, portanto um aumento de 20 vezes apenas nesse período.

Quer saber como os serviços médicos podem ser aprimorados com esse recurso? Então continue neste artigo e confira quais são as possibilidades de aplicação do blockchain na saúde.

Quais as possibilidades do blockchain na saúde?

Vamos direto ao ponto: entre as principais possíveis formas de aplicação do blockchain na saúde estão:

  • compartilhamento de dados e informações dos pacientes de forma segura;
  • acesso facilitado a pesquisas e estudos clínicos;
  • aprimoramento do rastreamento e controle de suprimentos; 
  • monitoramento de doenças e prevenção de epidemias;
  • melhora da gestão financeira das empresas do setor.

Compartilhamento de dados e informações dos pacientes de forma segura

Imagine que você chegou a um médico para tratar, novamente, um problema que teve há uns dois anos. 

Ele então pergunta quais exames fez na época, quais foram os resultados, quais remédios tomou e ainda pede as imagens dos testes para reavaliação. Sejamos sinceros, é quase impossível lembrar tudo isso, não é mesmo? O comum é sabermos, de memória, apenas qual foi o seu diagnóstico. Além disso, exames passados podem estar em servidores distintos, não sendo possível o acesso de uma vez só.

Com a tecnologia blockchain na saúde é possível criar registros médicos completos, em um banco de dados único, os quais podem ser acessados por diferentes instituições, clínicas e médicos

Dessa forma, o processo de análise da sua queixa tende a ser muito mais rápido e preciso, colaborando para que o tratamento seja iniciado quanto antes.

Acesso facilitado a pesquisas e estudos clínicos

Estudos e pesquisas da área de saúde, finalizados ou em andamento, também podem se tornar mais acessíveis com o uso dessa tecnologia.

Seja no âmbito nacional ou internacional, e ainda que sigilosos, é possível ter acesso aos dados sem comprometê-los, desde que se tenha autorização para isso 

Aprimoramento do rastreamento e controle de suprimentos 

O blockchain já tem uma atuação bastante significativa no setor de logística de diferentes segmentos. Quando aplicado especificamente na área de saúde, ajuda a controlar e a rastrear com mais previsão produtos e itens médicos, hospitalares e farmacêuticos.

Uma aplicação interessante nesse serviço, é que essa tecnologia pode contribuir para que essas mercadorias sejam transportadas da forma certa e no tempo certo, evitando que sua qualidade seja comprometida.

Além disso, tende a ser uma ferramenta bastante útil para evitar desvio de medicamento, ou mesmo a comercialização de remédios falsos.

Monitoramento de doenças e prevenção de epidemias

Falando de uma maneira bem simplória, a rede blockchain forma uma trilha de informações, as quais são registradas e armazenadas em ordem cronológica, impossíveis de serem alteradas.

Esse princípio pode ser bastante útil para monitoramento e controle de doenças, a fim de identificar um possível avanço dessas patologias, e dados de quais lugares estão surgindo e o potencial de se tornarem uma epidemia ou mesmo uma pandemia.

Com isso, os órgãos governamentais responsáveis pela gestão de saúde têm tempo hábil para tomar as medidas necessárias e, assim, evitar que mais pessoas sejam afetadas pela doença em questão

Melhora da gestão financeira das empresas do setor

No que se refere ao uso do blockchain na saúde com o propósito de melhorar a gestão financeira das empresas do setor, uma das aplicações pode ser o aprimoramento da precificação dos produtos e serviços.

Por exemplo, considerando o atendimento ao paciente, os planos de saúde têm a chance de cobrarem valores mediante a análise do histórico médico real do contratante. Além disso, podem evitar fraudes nos seus sistemas que levam a perdas financeiras.

Já considerando a relação com parceiros de negócio, as companhias desse setor podem firmar contratos inteligentes pela rede blockchain e excluir intermediários, o que tende a contribuir com a redução de custos operacionais, com a validação e automatização dos processos.

Quais as maiores vantagens de usar essa tecnologia nesse setor? 

A privacidade dos dados armazenados e transacionados é, sem dúvida, uma das maiores vantagens da utilização da blockchain na saúde. De forma prática isso quer dizer que, ainda que estejam acessíveis a quem tem permissão, as informações jamais poderão ser modificadas ou apagadas.

Isso nos leva a outro benefício, que é a transparência, o que ajuda a gerar muito mais credibilidade às operações realizadas nessa rede.

Por fim, essa tecnologia contribui para a criação de bancos de dados descentralizados, que podem contribuir com o setor de diferentes maneiras.

Como você pôde ver, o blockchain vai muito além do mundo das criptomoedas, e esse é apenas um exemplo da sua aplicação. Presente também na logística e na descentralização dos serviços financeiros tradicionais (o mundo DeFi), o blockchain veio para ficar e já está revolucionando o mundo!  

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.