Imagem representando uma chave e uma fechadura numa carteira.

Chave privada de Bitcoin e seu papel na segurança dos fundos de criptomoedas

Você sabe o que é chave privada Bitcoin? Uma chave privada é como uma palavra-passe, uma sequência de letras e números que dá acesso à movimentação de saldos e que permite gerir os fundos de criptomoedas, incluindo o Bitcoin.

Para quem não é da área de tecnologia ou não trabalha diretamente no mercado de informática, muitas vezes é difícil compreender os conceitos e terminologias que estão por trás das diversas novidades que o universo digital vem apresentando ao longo dos últimos anos, mas nós iremos facilitar.

Apenas para deixar claro, as criptomoedas são armazenadas em blockchains, tecnologia que oferece segurança e transparência aos proprietários dos ativos.

O “novo mundo das criptomoedas” passa por complexo sistema de códigos criptografados, concebidos de forma totalmente aleatória, cuja função principal é garantir o sigilo, a privacidade e, principalmente, a inviolabilidade das transações.

No que se refere ao Bitcoin, os conceitos de chave privada, chave pública e endereço público sintetizam a forma como a segurança digital deste ecossistema é constituída. Por isso, é indispensável ficar por dentro e entender mais sobre o assunto.

Quer saber mais?Vamos lá então!

O que é chave privada Bitcoin?

Analogias são ótimas para apresentar em termos simples as grandes ideias que, por vezes, os conceitos complexos limitam a um público reduzido. Por esse motivo, vamos usar uma delas para explicar o que são as chaves pública e privada Bitcoin.

Quando uma pessoa adquire Bitcoin, ela recebe dois códigos, conhecidos como chave pública e chave privada.

  • Chave-pública:

A chave pública é algo como o endereço de e-mail da pessoa. Trata-se de um tipo de informação que pode ser divulgada para outras pessoas, pois indica para onde as mensagens devem ser encaminhadas quando há alguma comunicação a ser feita.

Elas podem ser compartilhadas com outras pessoas.

  • Chave-privada:

Por outro lado, a chave privada corresponde à senha (ou password) utilizada para manter o uso do e-mail restrito, assegurando que as informações ali contidas não possam ser acessadas, manipuladas ou transmitidas por outras pessoas.

Elas não podem ser compartilhadas com outras pessoas.

 Chave pública x chave privada 

A chave pública mostra o “endereço” em que a carteira Bitcoin está armazenada no blockchain, e que é de domínio público. Basta visitar um dos diversos “Blockchain Explorer” para ter acesso às informações de todas as transações em Bitcoin já realizadas na história.

Como segurança é prioridade no segmento de criptoativos, a conclusão de muitas pessoas é que revelar de forma tão explícita uma determinada chave pública significa oferecer maiores condições de que a respectiva chave privada possa ser decodificada por um hacker, ainda que isso continue sendo muito difícil de ocorrer.

É nesse contexto que surgiu o “endereço público”.

O uso constante da chave pública na realização de transações foi dando lugar gradativamente ao endereço público, até que ele se tornou o código mais comum utilizado nas operações.

Também conhecido como “endereço Bitcoin”, trata-se de uma sequência alfanumérica de 32 dígitos, gerada como uma derivação da chave pública blockchain.

Em uma transação envolvendo Bitcoin, não é mais necessário que a identificação do blockchain que armazena as moedas digitais seja totalmente transparente.

O endereço público assegura a mesma transacionalidade da operação, garantindo a manutenção dos níveis de segurança.

A chave privada, por sua vez, é exclusiva da pessoa proprietária de moedas digitais, sendo utilizada como forma de validação digital para a realização de transações.

Isso significa que, na prática, a chave privada Bitcoin garante à pessoa a posse das criptomoedas existentes na carteira. Trata-se da única informação necessária para que a pessoa acesse os fundos digitais, e consiga realizar operações como venda e transferência do seu ativo.

Como funciona a chave privada Bitcoin

Como acabamos de ver, a chave privada é a informação mais valiosa que você poderá ter de uma carteira Bitcoin.

A segurança que ela oferece se baseia nos conceitos de aleatoriedade e de criptografia que são aplicados por ocasião da criação do código.

No entanto, existem duas formas de construir a sequência de caracteres, baseada na criptografia de chave privada, sendo eles:

 Código Numérico 

A chave privada blockchain que está relacionada a uma determinada carteira Bitcoin pode ser formada por até 78 números aleatórios. Aqui, quanto maior o código, maior será a segurança que ele irá promover.

Com 78 dígitos, a quantidade de combinações possíveis de serem alcançadas chega a níveis astronômicos, tornando praticamente nula (ou seja, infinitesimal) a probabilidade de um hacker conseguir identificar integralmente todos os algarismos na ordem correta.

Abaixo, temos um exemplo de chave privada blockchain, ficando claro seu grau de complexidade:

22253723355774722335514752419334321201576740247621632658033392892734079982402

 Código Alfanumérico 

Caso sinta que seja necessário alcançar um nível ainda mais alto em termos de criptografia de chave privada, a pessoa que detém a carteira Bitcoin pode acessar sites especializados para criar uma variação daquela que já possui.

Por meio desse tipo de serviço, é possível gerar um código formado por uma sequência aleatória de 51 caracteres, misturando letras e números, a partir da chave privada original.

Este formato não altera a informação contida na chave privada blockchain original. Ele apenas “simplifica” o modelo de apresentação, com a diminuição da quantidade de dígitos utilizados.

Confira a versão alfanumérica da chave privada mostrada anteriormente como exemplo:

5JjwSXrkyidrvgvuJumSq8wdkW7hrbYzp9iN9zh6zbCKrhFEh5D

A informação contida neste código é a mesma existente na chave privada do item anterior. Apenas a formatação da linguagem computacional foi alterada.

Dessa forma, as duas modalidades de codificação coexistem e apontam para o mesmo endereço do blockchain onde as moedas digitais estão armazenadas.

Dicas para deixar sua chave privada Bitcoin e de outras criptomoedas segura

Existem sites especializados na geração de chaves pública e privada Bitcoin. No entanto, como a sofisticação técnica da solução é bastante elevada, vamos recorrer novamente a uma analogia.

Basicamente, o sistema oferece uma espécie de “gaveta virtual”, um ambiente seguro e isolado, que nunca é exposto à rede mundial de computadores, para que as novas chaves sejam armazenadas depois de serem criadas.

O dispositivo oferece todas as orientações para que possa criar os novos códigos em modo offline.

É importante ressaltar que eles permanecerão absolutamente sigilosos. Nem mesmo o proprietário saberá quais são. Depois de criadas, as chaves são colocadas “na gaveta virtual”, permanecendo isoladas da internet.

Para realizar uma transação na carteira Bitcoin, o serviço contratado viabiliza, por meio de processos criptografados, a utilização das novas chaves pública e privada.

Concluída a operação, o usuário tem a alternativa de refazer todo o procedimento de criação das chaves, garantindo mais uma vez originalidade e absoluta privacidade de seus códigos.

Outras dicas para deixar sua chave privada blockchain em segurança é anotar em algum papel e deixar armazenada a senha em um local seguro. É possível, por exemplo, deixar uma cópia com um familiar de confiança e outra dentro de um cofre ou local que só você tenha acesso.

Lembre-se que todo cuidado com a chave privada ainda é pouco, pois é ela quem dará acesso às suas criptomoedas caso opte por uma cold wallet, ok? 

Mergulhe com a Bitso no universo Bitcoin

Agora que já sabe mais sobre chave pública, criptografia chave privada e como manter seus saldos em segurança, que tal aprofundar o conhecimento em mais temas sobre o universo das criptomoedas? Visite o site da Bitso e nosso blog repleto de informações sobre esse ambiente digital.

Baixe o aplicativo da Bitso, um jeito simples e seguro de transacionar Bitcoin e outras criptomoedas na palma da sua mão!

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.