seguros-blockchain

Seguros em blockchain: quais as propostas de uso nesse setor e suas vantagens?

Quais seriam os benefícios da oferta de seguros em blockchain? Um deles é a chance de conseguir contratar serviços realmente personalizados, condizentes com o seu perfil e necessidades.

Uma das razões que leva a isso é a própria dinâmica de funcionamento da rede blockchain, que consiste no registro e no armazenamento de dados de forma inviolável e em ordem cronológica.

Em outras palavras, tudo o que é inserido nessa rede se torna imutável, ainda que possa facilmente ser acessado.

Outro ponto positivo é a possível redução de custos das companhias, condição que pode refletir nos valores cobrados dos clientes. 

De acordo com o relatório “Blockchain in Financial Services: Key Opportunities, Vendor Strategies & Market Forecasts 2021-2030”, da Juniper Research, os seguros em blockchain podem gerar uma economia de US$ 10 bilhões para esse segmento até 2024.

Por que isso? Porque a transparência das informações e a possibilidade de compartilhamento de dados em tempo real tende a fazer com que essas empresas consigam processos mais otimizados e precisos e, por isso, menos onerosos.

Já dizia o velho ditado: “seguro morreu de velho”. Mas, vamos combinar, é bastante confortável saber que se tem esse serviço à disposição quando o seu veículo quebra, sofre uma colisão ou, pior ainda, é roubado, concorda?

Por isso, confira agora as possíveis aplicações de seguros em blockchain e todas as vantagens do uso dessa tecnologia nesse segmento.

Como está o mercado de seguros no Brasil?

Carro, moto, apartamento, casa, não importa. Seja qual for o bem, é certo que você quer protegê-lo e garantir que, em caso de algum imprevisto, não tenha prejuízos financeiros.

Por mais que muitas pessoas ainda pensem que contratar um seguro é “jogar dinheiro fora”, visto que esse serviço tem a chance de nunca ser utilizado, trata-se de um mercado promissor e em constante crescimento.

De acordo com dados da plataforma de análises IRB+Inteligência, citados em uma publicação do site Veja, esse setor faturou R$ 11 bilhões apenas no mês de maio de 2021.

No acumulado do ano, até o mês analisado, foram mais de R$ 54,2 bilhões, o que representa um aumento de 15,9% em comparação ao ano de 2020.

Quais as principais vantagens da oferta de seguros em blockchain?

Mas por que estamos apresentando todos esses números para você? Para mostrar que, com a adição da tecnologia blockchain nesse segmento, a tendência é que o setor cresça mais, gerando novos produtos e serviços que podem beneficiar você de diferentes maneiras.

Por exemplo, uma das vantagens dos seguros em blockchain é que essa aplicação contribui para aprimorar o relacionamento entre seguradoras e clientes, graças à possibilidade de otimizar rotinas, processos de análise, cálculo de valores, entre outros pontos referentes a esse serviço.

Isso é possível porque a rede blockchain viabiliza a criação de registros descentralizados, invioláveis e inalteráveis, o que facilita o acesso às informações dos clientes e ajuda a descartar qualquer dúvida que possa comprometer a dinâmica de contratação ou acionamento do seguro.

Assim, ainda que os registros e dados que não tenham sido gerados pela seguradora com a qual pretende fechar contrato, eles podem ser acessados por ela, por meio de um banco de dados aberto e seguro.

Análise de riscos, cotações, recebimento de valores, pagamento de franquias, essas e outras questões tendem a ser aprimoradas com a oferta de seguros em blockchain.

Somado aos benefícios que acabamos de citar, há diversos outros que podem ser obtidos com a utilização dessa tecnologia pelas empresas de seguro. 

Assim, se formos listar as vantagens que mais se destacam dos seguros em blockchain, temos:

  • melhora da relação entre clientes e seguradoras, especialmente devido à entrega de processos mais rápidos e eficientes;
  • acesso facilitado ao histórico do contratante do serviço;
  • aumento da confiabilidade das operações, decorrente da transparência da rede;
  • prevenção a potenciais fraudes, de ambas as partes envolvidas

Quais podem ser as aplicações de seguros em blockchain?

Mas para a obtenção de todos esses pontos positivos, é preciso que a tecnologia blockchain seja inserida nesse segmento, certo? E de que forma isso pode ser feito?

Bem, algumas de suas possíveis aplicações são:

  • oferta de produtos e serviços realmente personalizados;
  • possibilidade de firmar microcontratos com os clientes;
  • acesso a serviços de forma mais rápida e transparente;
  • potencial para ampliar as parcerias firmadas pelas seguradoras;
  • combate a fraudes.

Oferta de produtos e serviços realmente personalizados

Muito se fala sobre entregar serviços personalizados para as pessoas, porém, há vários fatores que podem impactar nessa oferta.

Por exemplo, para saber o que pode ser inserido de proteção em uma apólice de seguro, e quanto cobrar por ela, é preciso conhecer o perfil e o histórico de quem a está contratando, certo?

Mas, por muitas vezes, a seguradora tem apenas as informações passadas pela pessoa, sem conhecer o que foi registrado pelas companhias antigas com as quais se relacionou.

Essa falta de informações personalizadas pode afetar negativamente a contratação, elevando custos ou excluindo benefícios. No final, caso a seguradora não tenha toda a informação relevante, vai supor que você se comporta como a média dos segurados, e por isso o preço tende a ser maior.

Por outro lado, a adoção da tecnologia blockchain permite o acesso a todos esses dados, conforme já dissemos aqui. Com isso, fica muito mais fácil e preciso oferecer um serviço realmente personalizado.

Possibilidade de firmar microcontratos com os clientes

Outra aplicação pode ser a geração de microcontratos. Imagine que você já tem um seguro automotivo, mas precisa incluir, por exemplo, serviços adicionais com guincho ou chaveiro.

Por meio dos smart contracts, criados e gerenciados em blockchain, esse processo se torna muito mais fácil e rápido.

Acesso aos serviços contratados de forma mais rápida e transparente

Os smart contracts também podem contribuir para que o acionamento de serviços aconteça em menos tempo. 

O motivo é que todas as regras, parâmetros e limitações podem ser registrados nesses contratos inteligentes, acionados e validados de forma automática, dispensando análises pontuais e até manuais.

Potencial para ampliar as parcerias firmadas pelas seguradoras

Do ponto de vista das seguradoras, a tecnologia blockchain tende a contribuir para firmar parceria com outras empresas do setor — olha os smart contracts mais uma vez! —, a exemplo de prestadores de serviços, oficinas de manutenção, entre outros.

Isso abre a porta para atendimento de novos grupos de clientes, já que a sua rede de contatos e parceiros será expandida. 

Combate a fraudes

Por fim, a solução pode ser uma grande aliada no combate às famosas fraudes de seguro, especialmente porque todas as transações são registradas sem que seja possível alterá-las.

Etapas de validação de pedidos e requisições, definição de políticas de uso, e outras aplicações relacionadas também entram na prevenção de ações fraudulentas.

A Allianz Global Corporate & Specialty, por exemplo, é uma seguradora que atua em mais de 160 países. Por meio da tecnologia blockchain a companhia se conecta a uma API para recebimentos de informações de pagamentos, comprovando, assim, a regularidade das transações.

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.