como-livrar-dividas-poupar-dinheiro

Como se livrar das dívidas e poupar dinheiro? 11 passos que ajudam a resolver essas duas questões!

A pergunta para a qual muita gente quer a resposta é: “Como se livrar das dívidas e poupar dinheiro?”. E olha, quando dissemos muita gente, é muita gente mesmo!

De acordo com dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), divulgados no portal G1 Economia, o ano de 2021 fechou com o maior nível de endividamento médio dos últimos 11 anos.

Segunda a pesquisa, 7 a cada 10 famílias brasileiras adquiriram alguma dívida ao longo do ano citado, o que representa uma média anual de 70,9% das famílias de todo o país. Considerando apenas o mês de dezembro de 2021, 76,3% estavam nessa condição.

Mas será que é possível quitar as dívidas e ainda conseguir uma “sobrinha” no final do mês para guardar para realizar planos no futuro? A boa notícia é que, sim, há meios de resolver esses dois pontos e, com isso, ter uma vida financeira mais saudável e previsível.

Para isso, é preciso que você tenha em mente que é preciso disciplina, força de vontade e metas, que vão ajudar você a chegar lá. Além disso, pode ser necessário mudar alguns dos hábitos que você tem hoje, mas pense que é em prol de dias (financeiros) melhores — No pain, no gain.

Isso é interessante, concorda? Mas como se livrar das dívidas e poupar dinheiro, na prática? É justamente sobre isso que vamos falar neste artigo. 

Então, basta continuar a leitura para descobrir qual é o segredo!

Afinal, como se livrar das dívidas e poupar dinheiro?

Precisa saber como se livrar das dívidas e poupar dinheiro? Os 11 passos sugeridos para isso são:

  1. Identifique as suas dívidas
  2. Reveja o seu orçamento mensal
  3. Renegocie com os credores
  4. Priorize as dívidas com juros maiores
  5. Pense muito antes de comprar
  6. Use menos o cartão de crédito e evite o cheque especial
  7. Reavalie os seus hábitos de consumo
  8. Inclua os demais membros da família nesse processo
  9. Busque uma renda extra, se preciso
  10. Procure bons investimentos
  11. Mantenha a disciplina

1. Identifique as suas dívidas

Para começar o processo de como se livrar das dívidas e poupar dinheiro, é bem importante identificar quais débitos você tem. Essa é uma forma de enxergar, de maneira ampla e clara, qual o real “tamanho do estrago”.

Uma maneira de fazer isso é listando todas as dívidas que tem no momento. Para isso, descreva qual o credor, o valor total do débito, o valor de cada parcela, quantas ainda faltam pagar, e outras informações desse tipo.

Você pode fazer isso em um caderno mesmo, em uma planilha no Excel, ou de outra forma que considerar mais fácil para fazer essa organização.

2. Reveja o seu orçamento mensal

Com o primeiro passo de como se livrar das dívidas e poupar dinheiro concluído, você terá a certeza de quanto tem de endividamento. Porém, para conseguir se livrar desse problema e ainda ter dinheiro livre para economizar, é preciso rever o seu orçamento mensal.

Aqui, o propósito é verificar quais são os seus gastos mensais, o que pode ser excluído ou remanejado e, assim, descobrir quanto você pode dispor financeiramente para seguir para as próximas etapas.

Quanto a isso, considere o que pode ser cortado das despesas mensais sem comprometer a sua qualidade de vida, e o que pode ser mudado — por exemplo, reduzir valor do plano de internet, levar marmita para o serviço ao invés de almoçar em restaurantes todos os dias e outras ações que têm o potencial de reduzir os seus gastos cotidianos, aqueles que a gente mal percebe que está ocorrendo.

3. Renegocie com os credores

Suponhamos que, com o passo anterior, você consiga “abrir uma brecha” de R$ 500 todos os meses. Com um valor predefinido, fica mais fácil renegociar com os seus credores e, com isso, diminuir o valor total das suas dívidas ou mesmo quitar os seus débitos.

Apenas considere bem a proposta antes de aceitar o acordo. Analise juros, para quanto irá o total da dívida, entre outros pontos semelhantes.

Dependendo da negociação, pode ser válido considerar pegar um empréstimo a juros menores, pagar as dívidas à vista, e ficar apenas com esse crédito para ser pago. 

4. Priorize as dívidas com juros maiores

Se tiver mais de uma dívida a ser quitada, tende a ser mais interessante quitar as que têm juros maiores. 

Isso acontece porque, quanto mais alta for essa taxa, mais costuma ser difícil conseguir sair do débito, o que pode virar uma verdadeira bola de neve. Os juros sobre juros aumentam muito rápido o valor da dívida, e por isso ao trocar uma dívida cara por uma mais barata tem o potencial de cortar ‘o mal pela raiz’.

5. Pense muito antes de comprar

Com a questão das dívidas resolvida — ou, pelo menos, encaminhada — o passo seguinte é não gerar novos débitos, concorda? Se não se atentar a isso, você não conseguirá dinheiro para guardar, visto que todas as suas sobras financeiras serão direcionadas para pagar esses débitos.

Uma forma de não entrar em novas dívidas novas é pensando muito bem antes de comprar. Para isso, você pode responder perguntas como:

  • Eu realmente preciso disso agora?
  • Essa é uma necessidade, ou apenas um impulso?
  • O que eu tenho atualmente não consegue me atender por mais um tempo?

Questionamentos como esses ajudam a não gerar contas novas e, ainda, a não gastar com compras supérfluas, o que libera mais dinheiro para você guardar.

6. Use menos o cartão de crédito e evite o cheque especial

Se for extremamente necessário comprar algo, evite fazer isso usando o cartão de crédito ou mesmo o cheque especial como meio de pagamento. 

Os juros dessas duas soluções financeiras tendem a ser altos, o que pode dificultar o pagamento da dívida em dia e, consequentemente, comprometer o seu orçamento.

Obviamente, ninguém está livre de imprevistos. Por isso, é bem importante montar uma reserva de emergência. Essa é uma maneira de ter um fundo financeiro para usar em situações inesperadas sem afetar o seu planejamento ou gerar novas dívidas.

7. Reavalie os seus hábitos de consumo

Paralelo a tudo isso, não deixe de repensar os seus hábitos e ver o que pode ser modificado para contribuir nesse processo, mesmo que temporariamente, só até conseguir sair das dívidas. 

Você pode pensar, por exemplo:

  • trocar a academia por caminhadas em um parque;
  • deixar de pedir delivery todo fim de semana;
  • trocar passeios pagos por outros gratuitos;
  • fazer mais refeições em casa e menos em restaurantes.

8. Inclua os demais membros da família nesse processo

Se morar com outras pessoas, vale a pena incluir os demais membros da família nesse processo de repensar os gastos.

Quanto todos estão alinhados e com o mesmo propósito, a tendência é que os resultados sejam alcançados mais rápidos, especialmente se as mudanças necessárias envolverem hábitos domésticos, como redução do serviço de TV a cabo, internet, telefonia, conta de água e luz e outros.

9. Busque uma renda extra, se preciso

Caso perceba que os passos anteriores ainda não são suficientes, outro meio de como se livrar das dívidas e poupar dinheiro é buscando uma renda extra.

Sabe aquele hobby que você tem? Pode ser uma boa passar a “cobrar” por ele e, com isso, ganhar uma graninha a mais no final do mês. 

10. Procure bons investimentos

Agora vamos à parte boa! Com todas as etapas anteriores ajustadas, a ideia é que sobre alguma quantia do seu orçamento, certo? Ao chegar nesse ponto, é interessante fazer algo com essa sobra, já que dinheiro parado não dá lucro!

A sugestão, portanto, é identificar o seu perfil de investidor e, com base nessa análise, procurar por tipos de investimentos compatíveis com o seu nível de tolerância a riscos e objetivos de vida em curto, médio e longo prazo.

11. Mantenha a disciplina

Por fim, e tão importante quanto tudo que apresentamos até aqui, é manter a disciplina. Mesmo com uma condição financeira mais satisfatória e favorável, não deixe de acompanhar as suas contas, anotar seus gastos e acompanhar os seus investimentos.

Uma boa maneira de se “manter nos trilhos” e ter uma boa saúde financeira é obtendo mais conhecimento sobre o tema. Quanto isso, a Bitso pode ajudar você!

Nosso blog está repleto de conteúdos sobre finanças que podem dar “uma luz” para o seu planejamento. Aproveite que está aqui e confira outros artigos agora mesmo, combinado?

O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.