Imagem mostrando a plataforma da Bitso, onde oferecemos o token MKR dentre as criptomoedas listadas

O que é MKR? Para que serve esse token e qual a relação com a DAI?

Para extrair o melhor do universo das criptomoedas e montar uma carteira interessante, é importante conhecer variadas opções desse tipo de moeda digital, concorda? Pensando desse modo, vamos lançar uma pergunta: você sabe o que é MKR?

MKR é o token de governança do protocolo MakerDAO. Caso não saiba o que  token de governança significa, saiba que também pode ser chamado de token de exchange e que são ativos digitais que dão a quem os tem poder de voto para as tomadas de decisão de uma empresa.

O protocolo MakerDAO, por sua vez, é uma exchange descentralizada (DEX) voltada para a concessão de empréstimos, cuja oferta de crédito está aliada a uma stablecoin própria, a DAI.

Isso quer dizer que o MKR é um token que permite seus detentores opinarem sobre as diretrizes da MakerDAO. Porém, ele não se limita a essa função.

Ele também é um utility token e um recurso de recapitalização da plataforma. Na prática, quer dizer que ele é o meio para acessar produtos e serviços da MakerDAO e também de pagar as taxas referentes à geração de DAI.

Achou interessante? Quer entender tudo isso de uma forma mais simples? Então, continue a leitura deste artigo e confira!

O que é e para que serve o MKR?

Como dissemos, o MKR é o token de governança da plataforma MakerDAO. Ele foi criado para viabilizar a emissão e o gerenciamento da stabelcoin DAI, contribuindo para a sua estabilidade, e também para que seus detentores opinem e votem sobre as operações e futuro da DEX.

É preciso ter em mente que o MKR não paga os dividendos de um empréstimo, mas funciona como uma espécie de acionista no processo de oferta de crédito. 

Quanto à sua aplicação para governança, quer dizer que quem tem MKR pode participar diretamente das decisões sobre alterações do protocolo MakerDAO e das diretrizes da sua stablecoin. 

Um bom exemplo dessa função é que seus detentores podem ajudar a decidir sobre as taxas de garantia do CPD — Collateralized Debt Position, uma forma de colateralização ou garantia de empréstimo —, que consiste no bloqueio de ETH e de DAI para a concessão de empréstimos na MakerDAO.

Pela participação, quem tem esse token recebe recompensas, o que se torna uma importante vantagem por sua aquisição.  Esse retorno financeiro, por sua vez, fomenta a cooperação da comunidade e também beneficia e contribui para o crescimento da DEX.

Como reflexo, se tudo funcionar adequadamente, o valor do MKR é mantido, ou até mesmo aumentado. Mas, quando acontece o contrário, costuma ocorrer a sua desvalorização.

Aqui, vale destacar que o poder de voto tem relação direta com a quantidade de tokens que a pessoa tem — ou seja, quanto mais MKR, mais participação tende a ter, consequentemente, mais recompensas pode receber.

Também por esse motivo, esse token de governança costuma ter um valor de mercado relativamente elevado. Isso acontece devido à possibilidade de participar da gestão de uma das stablecoins que mais se destaca no mercado, o DAI.

Outras possibilidades geradas para os detentores do token MKR

  • escolher os oráculos, que são as empresas que fornecem informações externas para o sistema da MakerDAO;
  • modificar as diretrizes de riscos de garantias já utilizadas;
  • incluir ativos como garantia do protocolo, possibilitando que quem utiliza a DEX enviem novas criptomoedas para gerar mais emissão de DAI;
  • sugerir atualizações na plataforma.  

Qual o valor do MKR?

Esse token ERC-20 da blockchain Ethereum não pode ser extraído, ou seja, minerado. Sua criação está relacionada às flutuações do preço da DAI, a fim de manter essa stablecoin sempre equiparada a US$1.

Por conta disso, o MKR utiliza um protocolo deflacionário, o que ajuda a manter o seu valor com o passar do tempo. Parte desse processo consiste na geração de uma pequena taxa de juros sempre que houver o fechamento de um contrato inteligente no CPD. 

Esse método contribui para que seja mantido um bom equilíbrio entre oferta e demanda desse token.

Quanto ao seu valor, ele segue o mesmo princípio dos demais ativos digitais, ou seja, tende a ser volátil. 

Para que você tenha uma ideia do seu valor, que tal consultar o gráfico de preço de MKR aqui na Bitso?

O que é o MakerDAO?

Citamos várias vezes o protocolo MakerDAO no decorrer deste artigo, não é? Mas, afinal, no que consiste essa plataforma?

Criada em 2015 por Rune Christensen, um empreendedor de Sealand, Dinamarca, e lançada na sua totalidade em 2017, trata-se de uma infraestrutura de finanças descentralizadas (DeFi) baseada na rede Ethereum.

Ele facilita a obtenção de empréstimos sem a necessidade de entidades centralizadoras, por meio do bloqueio de criptomoedas com ETH e a DAI, stablecoin originária da plataforma.

Os detentores da DAI podem tanto usá-la como garantia para aquisição de crédito quanto convertê-las em moeda fiduciária.

Quem tem essa stablecoin, e a mantém na MakerDAO, também tem a opção de disponibilizá-las para os recebedores do empréstimo, ganhando juros sobre as transações assim que esses devolvem as unidades de DAI que foram emprestadas.

Como funciona DAI?

A DAI pertence à classe das stablecoins, que são moedas digitais que têm valor equiparado a uma moeda fiduciária — geralmente, o dólar.

Essa criptomoeda pode ser utilizada para guarda de valor, visto que seu preço tende a não sofrer grandes oscilações, e também nos processos de empréstimo na plataforma MakerDAO.

Além disso, pode ser trocada por outras criptomoedas, ou usada como meio de pagamento para produtos e serviços. 

Outro ponto importante que você precisa saber sobre a DAI é que ela é gerada pelo bloqueio de outra criptomoeda, a Ether. Em outras palavras, quer dizer que ela não é minerada.

Quer conhecer MKR, Dai e outras criptomoedas de perto? Acesse já a plataforma da Bitso!

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.