Onde fazer um curso de criptomoedas?

Curso de criptomoedas: quando, como e por que fazer?

Já pensou em fazer um curso de criptomoedas? De especialistas na área a universidades nacionais e internacionais, é possível assistir a aulas sobre o tema que vão do básico sobre o que são as moedas digitais, a dicas e técnicas bastante aprofundadas de como fazer as melhores negociações com esses ativos.

Um bom exemplo foi o curso de criptomoedas “Como investir em cripto na Bolsa”, lançado pela QR Asset Management, gestora de recursos do grupo QR Capital, em parceria com a B3 – Brasil, Bolsa, Balcão.

Os especialistas no assunto, Alexandre Ludolf, Fernando Ulrich e Fernando Carvalho, ministraram oito aulas online divididas em três módulos, nos quais falaram das duas maiores criptos do mundo, Bitcoin e Ether, da Ethereum.

Segundo publicação no site InfoMoney, o curso gratuito da Bolsa contou com mais de 10 mil inscritos, superando a expectativa que era de apenas 3 mil participantes.

O que queremos dizer com isso? Que tem muita gente interessada em aprender sobre esse universo, assim, se você realmente quer estar por dentro de tudo e montar a melhor carteira possível, a hora de estudar mais sobre o tema é agora!

Neste artigo, vamos falar quando você deve fazer um curso de criptomoedas, como e quais são as outras formas de aprender sobre as moedas digitais. Basta continuar a leitura para conferir!

Quando fazer um curso de criptomoedas?

Vira e mexe, você abre um site de notícias e se depara com matérias como “Mercado de criptomoedas acumula US$1,5 trilhões. Veja o que esperar para 2022”; ou ainda “Bitcoin cai abaixo de US$46 mil, Ethereum perde os US$3.800 e protocolo DeFi é hackeado”.

Esse universo te atrai, você acha tudo isso muito interessante e sabe que as moedas digitais têm potencial para se tornarem o dinheiro do futuro. Porém, continua com receio de dar os primeiros passos por ainda ter muitas dúvidas sobre como tudo isso funciona.

Isso é absolutamente normal! O ecossistema dos ativos digitais é repleto de nomes, siglas, abordagens, técnicas e estratégias que não são iguais a outros já conhecidos do mercado financeiro.

Blockchain, altcoin, trade, mineração – estes são apenas alguns exemplos de termos que você vai ouvir e ler muito quando estiver pesquisando sobre esse assunto. Existem várias maneiras de estudar sobre criptomoedas, e uma das formas de aprender mais sobre tudo isso é fazendo um curso de criptomoedas.

Um curso pode ajudar você a aprender desde o princípio, ou seja, desde como os criptoativos surgiram, até como esses ativos digitais se comportam, que foi o caso do curso que citamos logo no início deste artigo.

Achou legal? É um indicativo de que tá na hora. Isso quer dizer que o momento certo de fazer um curso de criptomoedas é quando você sentir necessidade

Em outras palavras, você pode tanto buscar aulas desse tipo para aprender o “bê-a-bá” da coisa toda quanto para se aprofundar e se especializar no assunto — quem sabe até se tornar uma referência para amigos e familiares, já pensou?! 

Qual o melhor curso de criptomoedas no momento?

Em linhas gerais, o melhor curso de criptomoedas é aquele ministrado por especialistas na área:

  •  Fernando Ulrich é mestre em Economia e um dos nomes mais conhecidos dessa área
  • Kaká e Carol, da UseCripto, têm atualizações por e-mail e sempre ministram aulas – acompanhando a dupla pelas redes sociais, você fica sabendo
  • Universidades são outras fontes de conhecimento que oferecem excelentes formações nesse assunto

Um bom exemplo de curso de universidade com certificação é o “Blockchain, Bitcoin e Criptomoedas”, da PUCRS, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Esse curso de extensão, ministrado por Rafael Matone Chanin, professor da PUCRS e por Fernando Ulrich (olha ele aqui de novo!) é 100% online e aborda desde o que são criptomoedas, passando por legislações, contratos inteligentes, tecnologia blockchain e mais.

Sites e plataformas que abordam o tema também disponibilizam bons aprendizados sobre o mundo das criptos. 

Em dezembro de 2021, a EXAME Invest lançou o curso gratuito “Segredos dos Pré-lançamentos”, com Felipe Dantas, especialista em criptomoedas que já conta com mais de 400 mil seguidores em suas redes sociais.

O curso está encerrado no momento, mas vale a dica para você acompanhar portais desse tipo para aprender mais sobre o tema e conferir a possível abertura de novas turmas. 

De quais outras maneiras é possível aprender sobre o mundo das criptos?

Mas além dos cursos, existem diversas outras formas de estudar sobre criptomoedas e expandir o seu conhecimento sobre o assunto. Uma delas é acompanhar os perfis dos experts nas redes sociais.

Nomes que já citamos, como Fernando Ulrich e a dupla Kaká e Carol, da UseCripto, têm muito conteúdo digital, além de serem competentes no assunto.

Maja Vujinovic, investidora e gestora de moedas digitais e blockchain, é apontada em diversas matérias no Brasil e no mundo como uma das maiores especialistas do assunto.

Canais no Youtube, como o da Bitso e o Jovens na Bolsa, também trazem uma gama de orientações que vão desde os primeiros passos nesse ecossistema, passando por como evitar fraudes em criptomoedas e muito mais.

Por que você deve aprender sobre criptomoedas?

Existem inúmeras razões pelas quais você deve aprender sobre criptomoedas antes de entrar nesse universo, uma delas é para entender as particularidades desse mercado

Das características de criptoativos, a que mais se destaca é a volatilidade. Diferentemente das moedas fiduciárias, como o real e o dólar, o valor das criptos muda rápido e, por vezes, agressivamente.

Na prática, um ativo digital que “amanhece” em alta, pode “anoitecer” em queda. Entender isso é fundamental para saber a melhor hora de comprar e vender.

Somado a isso, há diferentes formas de armazenamento e de negociação. Por exemplo, você pode guardar as suas criptomoedas em uma carteira digital quente ou fria, online ou offline.

Sobre as formas de comprar e vender criptos, você pode fazer transações diretas com outra pessoa, conhecida ou não, ou com a ajuda de exchanges.

Na primeira opção, é essencial se atentar aos possíveis riscos, como o de vender suas moedas digitais para um desconhecido e não receber o valor correspondente. 

No caso das corretoras, como também são chamadas as exchanges, o processo é mais seguro e dinâmico, visto que estará sendo intermediado por uma empresa especializada nesse segmento.

Na Bitso, você pode comprar, vender e guardar as suas moedas digitais de maneira fácil e segura. No nosso blog, você tem acesso a diversos conteúdos que abordam os mais variados temas desse mundo – outra forma de aprender mais e mais sobre cripto!

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.