9 dicas de segurança digital para proteger suas movimentações financeiras na internet

Que tal algumas dicas de segurança digital? A ideia aqui é dar a você parâmetros de como proteger o seu dinheiro e as transações financeiras que realiza via internet.

Um dos principais motivos para tomar cuidado na hora de fazer movimentação de valores online é evitar, o máximo possível, abrir espaço para ação de criminosos.

Para comprovar por quais razões você não deve baixar a guarda nunca sobre esse assunto, uma matéria publicada no site Valor Investe revelou que 21% das pessoas que têm relação com serviços e produtos financeiros foram vítimas de golpes em setembro de 2021.

Os dados são da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), que também apontou que o golpe denominado “clonagem de cartão de crédito” é o mais comum, sofrido por 48% dos entrevistados.

A fraude chamada “central falsa de atendimento” é outra que atingiu muitas pessoas — 28% em dezembro de 2021. Nesse golpe, indivíduos de má índole se passam por representantes de empresas e solicitam dados bancários das vítimas para, posteriormente, realizarem ações fraudulentas.

Porém, é preciso ter em mente que abordagens mais diretas como essas não são a única forma de gerar prejuízos financeiros. Por exemplo, não são raros os casos que dados bancários são acessados, abrindo espaço para os criminosos usarem as informações financeiras das vítimas como quiserem.

Pensando nisso trouxemos, neste artigo, nove dicas de segurança digital para que você possa realizar suas transações financeiras via internet com um pouco mais de tranquilidade. Afinal, cada vez mais usamos os serviços digitais graças a rapidez e desburocratização que eles oferecem.

Continue a leitura, confira quais são e proteja seu dinheiro e seus investimentos!

O que é segurança digital e qual a sua importância?

Para falarmos sobre as dicas de segurança digital é importante, antes, explicar o que contempla esse conceito, concorda?

Entenda por segurança digital práticas que ajudam a proteger sistemas, soluções, ferramentas, redes e programas de ataques cibernéticos

O principal objetivo é evitar que pessoas, tanto físicas quanto jurídicas, sejam vítimas de criminosos e, com isso, tenham seus dados vazados ou suas transações financeiras comprometidas.

Para alcançar esse propósito e prezar pela privacidade e segurança na era digital, é preciso implementar diferentes camadas de proteção, que protejam os programas em si, seus bancos de dados, mas também os dispositivos individualmente.

Nesse conceito de segurança digital, estamos nos referindo não apenas à adoção de um bom antivírus, mas, também, a processos  que dificultem a atuação dos criminosos, a exemplo de não deixar informações sobre cartões e senhas salvas em celulares e computadores.

Zelar pela segurança digital é importante porque, nem sempre o banco, instituição financeira ou empresa ressarcirá a sua perda financeira caso ela ocorra. A devolução de valores pode estar atrelada a um conjunto de critérios definidos previamente no início do relacionamento.

Por isso, o mais prudente para evitar problemas que podem afetar a sua saúde financeira e gerar estresse é buscar dicas de segurança digital, como as que vamos explicar a seguir, e incluir na sua rotina as que considerar mais relevantes.

9 dicas de segurança digital

Agora que o conceito foi devidamente explicado, confira estas dicas de segurança digital que vão ajudar a proteger suas transações financeiras realizadas pela internet:

  • use apenas aplicativos oficiais;
  • verifique se o site conta com certificado digital SSL;
  • não acesse seus aplicativos financeiros em dispositivos de terceiros;
  • somente faça consultas e movimentações em redes seguras;
  • habilite a verificação em duas etapas;
  • não abra mão de um bom antivírus;
  • evite usar sempre a mesma senha;
  • não salve dados nos seus dispositivos;
  • consulte suas contas frequentemente.

Use apenas aplicativos oficiais

Bancos, instituições financeiras, exchanges de criptomoedas e outros tipos de empresas que oferecem produtos e serviços financeiros costumam ter seus próprios aplicativos.

Ainda assim, pode acontecer de os criminosos criaram apps falsos, praticamente idênticos, para prejudicar financeiramente as pessoas.

Uma forma de evitar isso é baixar apenas o aplicativo indicado na página oficial da companhia, ou diretamente na loja oficial do seu sistema operacional. Somado a isso, faça as atualizações que são sugeridas pelos sistemas, pois, geralmente, elas trazem novas camadas de segurança.

Verifique se o site conta com certificado digital SSL

Caso for realizar suas movimentações financeiras por um computador ou notebook, não deixe de verificar se o site conta com o certificado digital SSL, que pode ser facilmente identificado pelas letras “https://” no início do endereço.

A tecnologia SSL, sigla do termo em inglês Secure Sockets Layer, é mais uma camada de segurança que precisa ser adotada por empresas que oferecem soluções financeiras para o seu público. De olho nisso, combinado?

Não acesse seus aplicativos financeiros em dispositivos de terceiros

Voltando a falar dos aplicativos evite sempre que possível acessar os que costuma utilizar em smartphones que não seja o seu. 

Por mais que seja um amigo, parente, ou mesmo familiar, pode ser que o aparelho não seja seguro o suficiente e que tenha sido infectado por algum “programa maldoso”, usado para roubo de dados.

Somente faça consultas e movimentações em redes seguras

Seguindo esse princípio de vulnerabilidade, deixe para fazer consultas e movimentações financeiras apenas em redes consideradas seguras, como o wi-fi da sua casa, ou a internet móvel do seu celular.

Redes públicas como as oferecidas em shoppings e transporte podem, facilmente, ser invadidas por criminosos — sim, eles não dão trégua!

Habilite a verificação em duas etapas

E já que a ideia é dificultar o ataque de pessoas má-intencionadas na internet, adote a verificação em duas etapas, também chamada de autenticação em dois fatores. 

Caso ainda não conheça, é um sistema de segurança que solicita à pessoa uma informação adicional para concluir a operação, por exemplo, digitar um código enviado por SMS para o celular ou para o e-mail cadastrado, mesmo após a inclusão da senha.

Não abra mão de um bom antivírus

Instalar antivírus em computadores e notebooks é quase que automático, mas em smartphones, nem todo mundo se lembra — aliás, o seu aparelho celular tem essa camada de segurança?

Os antivírus ajudam a proteger de programas que podem roubar seus dados, além de emitir alertas instantâneos caso você acesse sites e aplicativos suspeitos.

Evite usar sempre a mesma senha

Vamos combinar que se lembrar de todas as senhas que precisamos para o nosso dia a dia é quase uma tarefa impossível, não é mesmo? Para facilitar a vida, muitas pessoas usam a mesma senha para absolutamente tudo.

Porém, é bom ficar claro que esse costume também pode facilitar a vida dos criminosos, pois, uma vez que descobrirem um dos seus acessos, poderão entrar em qualquer um dos seus aplicativos financeiros.

Pode ser um pouco complicado, mas busque usar senhas diferentes para acessar cada solução e, de tempos em tempos, troque a combinação usada para aumentar a sua segurança.

Não salve dados nos seus dispositivos

Sobre a dica anterior, não caia na tentação de anotar tudo em um mesmo lugar, especialmente em blocos de notas de computadores e celulares. O motivo é o mesmo: isso torna as suas senhas vulneráveis a serem descobertas.

Se não quiser confiar na memória, encontre um lugar seguro para anotar suas senhas — ainda que meios físicos possam parecer arcaicos, podem ser uma boa saída, como cadernos e agendas que não costuma carregar no dia a dia.

Consulte suas contas frequentemente

Por fim, ainda que adote todas essas dicas de segurança digital que demos, é bastante válido consultar as suas contas frequentemente. 

Sejam contas bancárias, carteiras digitais de criptomoedas, aplicações ou investimentos, é prudente verificar seus saldos e movimentações periodicamente para confirmar se nenhuma ação suspeita foi realizada.

Cuidar da segurança do seu dinheiro é essencial para uma vida financeira saudável e satisfatória. Quer mais sugestões como essas? Então aproveite que está aqui e confira outros artigos da Bitso sobre esse tema.

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.