empresas brasileiras que aceitam Bitcoin

Quais são as empresas brasileiras que aceitam Bitcoin?

São muitas as empresas brasileiras que aceitam Bitcoin (BTC) como meio de pagamento para compra de produtos ou contratação de serviços.

De acordo com o site Mapa Bitcoin, até o momento em que este artigo está sendo produzido (setembro de 2022), mais de 456 empresas, 219 profissionais e 10 ONGs (Organizações Não Governamentais) já recebem essa criptomoeda dos seus clientes.

Separando por categorias, os percentuais de negócios nacionais adeptos à moeda digital criada por Satoshi Nakamoto são:

  • 44% serviços;
  • 20% comércios;
  • 18% profissionais liberais e autônomos;
  • 8% ramo de alimentação.

O sudeste do Brasil ocupa o primeiro lugar nesse ranking, com 41,80% das empresas brasileiras que aceitam Bitcoin. O segundo lugar fica para o nordeste, com 34,77% dos empreendimentos.

Mas é claro que não é somente por aqui que a cripto BTC passou a ser usada como método de pagamento. 

Segundo dados apresentados em uma matéria do blog da companhia Fundera, que atua no mercado financeiro para pequenas empresas americanas, o ano de 2021 fechou com um total de 15.174 companhias que aceitam Bitcoin em todo o mundo.

Entre os grandes nomes que estão recebendo esse ativo digital dos seus consumidores estão a Microsoft e a Overstock.com, varejista americana.

Mas por aqui, mais pertinho de nós, quais são as empresas brasileiras que aceitam Bitcoin atualmente? Confira a lista com 16 estabelecimentos que separamos para você!

16 empresas brasileiras que aceitam Bitcoin  

Na lista das empresas brasileiras que aceitam Bitcoin, você vai notar que elas fazem parte dos mais variados segmentos.

De pizza a compra de imóveis, passando por tatuagens, itens para bicicleta e obras de arte, muita, mas muita coisa mesmo já pode ser comprada com BTC.

Tendo como base o informado no site Mapa Bitcoin, alguns bons exemplos são:

  1. QAZ Galeria de Arte: produtora cultural — Higienópolis, São Paulo (SP);
  2. Wayne Tattoo: estúdio de tatuagens — Tatuapé, São Paulo (SP);
  3. Las Magrelas: loja de artigos para — Vila Romana, São Paulo (SP);
  4. Nobile Plaza Hotel: hotel — Taguatinga, Brasília (DF);
  5. Grupo Reserva: e-commerce de moda feminina, masculina e infantil — atende todo o Brasil;
  6. Tecnisa: venda de imóveis — presente em diferentes estados brasileiros;
  7. PreVet Home: clínica veterinária domiciliar — São Paulo e Serra da Cantareira (SP)
  8. CineMulti: salas de cinema — Rio Tavares, Florianópolis (SC);
  9. Casa do Porco Bar: restaurante — República, São Paulo (SP);
  10. Maxi Produtos: e-commerce de produtos de beleza importados — atende todo o Brasil;
  11. Grupo W Softwares para Internet: soluções de tecnologia — Praia Brava, Itajaí (SC);
  12. AGL Eletrônicos: comércio de itens de segurança eletrônica — São Judas Tadeu, Divinópolis (MG);
  13. Kyrios Pousada: pousada — Maresias, São Sebastião (SP);
  14. Degraus Pizzaria: pizzaria — Funcionários, Montes Claros (MG);
  15. Cine 7 Arte Stadium Caldas: salas de cinema —  Centro, CALDAS NOVAS (GO);
  16. Ultrafitness: loja presencial e virtual de suplementos — Jabaquara, São Paulo (SP).

Por que vale a pena ter Bitcoin na sua carteira digital?

Ao entrar para o mundo dos ativos digitais, muitas pessoas questionam: “O que posso comprar com criptomoedas?”

Como você pôde ver com a lista de empresas brasileiras que aceitam Bitcoin, são vários os produtos e serviços que podem ser pagas com essas moedas virtuais. E essa opção não vem de hoje.

A Tecnisa, por exemplo, companhia que atua no mercado imobiliário, desde 2014 aceita Bitcoin nas negociações de compra de apartamentos, casas, e outros modelos de propriedades similares.

O Grupo Reserva, detentor das marcas como Arezzo, Schutz e Alexandre Birman, trabalha com Bitcoin desde 2018.

Mas além de ter a chance de usar a criptomoeda BTC como meio de pagamento, há várias outras razões pelas quais vale a pena tê-la na sua carteira, por exemplo:

  • essa cripto não sofre influência da inflação, por conta disso, não afeta negativamente o seu poder de compra;
  • é uma moeda digital sem fronteiras, ou seja, é aceita em diferentes países, mantendo o mesmo valor;
  • é um sistema descentralizado, que independe de um banco ou órgão central para funcionar;
  • fornece autonomia aos seus detentores, permitindo que façam transações financeiras quando quiserem e sem limites de valores;
  • têm taxas operacionais comumente menores que as praticadas para movimentações de moedas fiduciárias.

Como você pode adquirir BTC para usar como meio de pagamento?

Tudo isso é muito bom? Com certeza, é sim! Mas para usufruir de todos esses benefícios, poder montar uma reserva de valor, ou usar Bitcoin como meio de pagamento, é preciso, primeiro, adquirir essa moeda, concorda?

E como você pode fazer isso? Há, basicamente, duas maneiras: 

  • comprando diretamente de outra pessoa;
  • usando os serviços de uma exchange.

Comprando diretamente de outra pessoa

É totalmente possível comprar Bitcoin, altcoin ou token diretamente de outra pessoa, que pode ser alguém do seu círculo de amizade, parente, familiar, ou mesmo um desconhecido que está vendendo as frações de BTC que tem.

A questão aqui é que esse tipo de negociação pode gerar alguns transtornos. Por exemplo, você pode pagar por uma determinada quantidade de moedas digitais e não as receber, ou receber menos unidades que o acordado.

Quando isso acontece, dependendo com quem está negociando, fica quase impossível reaver o dinheiro ou mesmo conseguir que o acordo seja cumprido pela outra parte.

Usando os serviços de uma exchange

Já no caso de utilizar os serviços de uma exchange, também chamada de corretora de criptomoedas, as chances de isso acontecer é praticamente inexistente.

Isso acontece porque essas empresas fazem a intermediação da transação, contribuindo para que o envio das criptos compradas só aconteça mediante o pagamento, e vice-versa. Ou seja, uma ação estará vinculada à outra.

A Bitso, por exemplo, é uma exchange internacional que pode ajudar você nesse processo. São mais de sete anos de mercado e mais de 20 criptomoedas disponíveis para compra e venda.

Além disso, caso queira, pode guardar os seus ativos digitais na própria plataforma, pois a Bitso conta com licença para a custódia de criptos regulada pela Comissão de Serviços Financeiros de Gibraltar (GFSC).

Também por conta dessa licença, são seguidos rigorosos padrões de segurança em todas as operações. Por isso, você pode usar a plataforma sem medo!

Quer saber como montar a sua carteira de criptoativos agora mesmo? Então assista a seguir o passo a passo e, depois, entre no site da Bitso para começar!

Seu negócio aceita bitcoin e não está na lista? Deixe um comentários abaixo e iremos adicioná-lo.

O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.