ETFs mais rentáveis de 2021 são de criptoativos. Entenda potenciais motivos

Imagem de moedas e uma mala com ETF escrito.

Os ETFs mais rentáveis de 2021 são de criptoativos, mas por qual motivo isso aconteceu? Uma das razões pode ser o fato que essa é uma maneira de se relacionar com as criptomoedas por intermédio da Bolsa de Valores, condição que tende a transmitir para algumas pessoas uma sensação de segurança maior nas operações financeiras.

Somada a essa percepção, é necessário considerar também que o mercado de ativos digitais está em franco crescimento no nosso país, o que colabora para chamar a atenção para esse setor e para abrir caminho para diferentes formas de comprar e vender criptos e tokens.

Sobre isso, de acordo com o “Índice de Adoção de Criptomoedas Finder”, fintech australiana de comparação de finanças pessoais, 14,4% dos brasileiros adultos já possuem criptomoedas. Isso coloca o Brasil na 17º posição do ranking entre as 27 nações pesquisadas e na frente de países como a Noruega e o Canadá.

Globalmente falando, a adoção às criptos subiu de 11,2% para 15,5% entre os meses de outubro e novembro de 2021. Por aqui, o salto foi de 10,1% para os 14,4% citados, colocando o Brasil entre os países com as maiores taxas de crescimento na aceitação e aquisição desses ativos digitais.

Quanto ao fato que os ETFs mais rentáveis de 2021 são de criptoativos, vale destacar que o nosso país lançou vários produtos regulados pela Bolsa relacionados a ativos digitais — formam cinco apenas no ano em questão, tornando o Brasil pioneiro do mundo nesse tipo de produto financeiro.

Como comparação, é interessante citarmos que nos Estados Unidos o primeiro ETF de Bitcoin foi lançado apenas em novembro de 2021.

Por que os ETFs mais rentáveis de 2021 são de criptoativos   

ETF é a sigla para o termo em inglês Exchange Traded Funds, que são fundos de investimento que replicam algum índice de referência. Isso significa que os ETFs de criptomoedas têm como indicadores criptos como o Bitcoin (BTC) e altcoins como Ether ETH), entre outras.

Na prática, você não está comprando as moedas digitais propriamente ditas, mas, sim, papéis que têm o mesmo valor. Também por isso os ETFs mais rentáveis de 2021 são de criptoativos, pois, conforme esse índice “aquece”, os fundos de investimento atrelados a eles aquecem também.

Sendo assim, tenha em mente que o inverso também acontece. Por essa razão, esse tipo de investimento pode apresentar risco financeiro para quem está investido.

Dados que comprovam que os ETFs mais rentáveis de 2021 são de criptoativos

Alguns dos números que mostram que os ETFs mais rentáveis de 2021 são de criptoativos vêm da Economatica, plataforma de informações financeiras.

Segundo um dos estudos da companhia, os ETFs lançados na Bolsa de Valores do Brasil com melhor rentabilidade no ano em questão têm nas primeiras posições os atrelados ao Bitcoin e à Ether, conforme você pode ver na tabela abaixo:

Apenas para você ter uma ideia do mercado de ETFs na B3 de modo geral, incluindo os que têm como índice de referência as criptomoedas e os que seguem outros indicadores, a plataforma também revelou que:

  • no 4º trimestre de 2021 (considerando até o dia 25 de novembro), foram verificadas 148 negociações de ETF´s na Bolsa de Valores do Brasil, sendo 61 brasileiros e 87 estrangeiros;
  • também até o mês de novembro de 2021 a quantidade de cotistas era de 618.027, a maior já registrada até então.

Os principais ETFs de criptomoedas na B3

A B3, Bolsa de Valores do Brasil, conta com diversas opções de ETFs de criptomoedas. Entre os que mais se destacam atualmente estão:

  • gestora Hashdex:
    • BITH11;
    • ETHE11;
    • HASH11 
  • gestora QR Asset:
    • QBTC11;
    • QETH11

BITH11

Alternativa de investimento ao Bitcoin criada e administrada pela gestora Hashdex, o índice de referência do ETF BITH11 é o Nasdaq Bitcoin Reference Price, que acompanha a cotação do BTC em dólar.

ETHE11

Da mesma administradora, o foco do ETF de criptomoeda ETHE11 é a Ether, criptomoeda nativa da plataforma blockchain Ethereum. Seu índice de referência segue o Nasdaq Ethereum Reference Price, que pertence à bolsa americana e mensura o comportamento da ETH.

HASH11 

Seguindo o índice apontado no Nasdaq Crypto Index, o que diferencia esse ETF dos outros da gestora Hashdex é o fato de trabalhar com diversas criptos e altcoins na sua composição, da seguinte forma:

  • Bitcoin (63,3%);
  • Ethereum (33%);
  • Litecoin (1,00%);
  • Chainlink (0,80%);
  • Bitcoin Cash: (0,50%);
  • Uniswap (0,50%);
  • Stellar Lumens (0,40%)

QBTC11

Da gestora QR Asset, o QBTC11 acompanha a movimentação do Bitcoin e tem como índice de referência o CME CF Bitcoin Reference Rate, pertencente ao Grupo CME (Chicago Mercantile Exchange).

QETH11

O QETH11 da QR Asset, por sua vez, se relaciona com a Ether, da Ethereum, e segue o índice de referência do CME CF Ether Reference Rate, também do Grupo CME

O que esperar do futuro dos ETFs de criptomoedas

Conforme um estudo feito pela Sherlock Communications, o qual foi divulgado em uma matéria no site da Forbes, 25% dos entrevistados brasileiros disseram que pretendem adquirir criptomoedas nos próximos meses.

Por esse percentual representar um crescimento de 91% na adoção dos ativos digitais, em comparação ao pouco mais de 13% de brasileiros que já têm criptos e tokens, esse é um indicativo que a alta na aquisição dessas moedas digitais aqui no Brasil ainda está por vir.

Quanto a isso, é preciso citar também que o processo de regulamentação das criptomoedas no nosso país está caminhando. Uma vez concluído, pode elevar o nível de confiança das pessoas e fomentar a adesão a esse mercado.

A tendência é que situações como essas movimentem o mundo dos criptoativos, aumentando a relação dos brasileiros com esses ativos digitais, seja de forma direta, seja de forma indireta, como com a aquisição de ETFs de criptomoedas.

E você, pretende entrar para esse universo também? Então acesse agora mesmo o site da Bitso e confira como é fácil, rápido e seguro abrir a sua carteira, comprar, vender e guardar criptos e tokens como Bitcoin, Ether, Litecoin, Shiba Inu e muito mais!

O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.