O que é Rede Relâmpago do Bitcoin e como isso impacta na velocidade das transações!

Pela capacidade de transações limitada e pelos valores elevados, não deve ter sido novidade que você já tenha ouvido que “o Bitcoin não é viável para ser usado como moeda”. Mas e se fosse possível criar canais paralelos justamente para poder negociar com Bitcoin, utilizando essa criptomoeda mas sem as dificuldades e limitações que ela traz? 

A Lightning Network (ou rede relâmpago do Bitcoin) tem como objetivo melhorar como tudo isso funciona.

Bitcoin foi a criptomoeda mãe de todas as outras, aquela que abriu caminho para tudo que veio em seguida. Possivelmente foi através do Bitcoin que você ficou sabendo da existência desse universo. Mas, por limitações existentes na efetivação das transações, não é tão fácil assim de se usar no dia a dia quanto parece.

Vem com a gente entender mais sobre Lightning Network, a rede relâmpago.

O que é a rede relâmpago do Bitcoin?

Criada por Joseph Poon e Thaddeus Dryja em 2015, a Lighting Network nasce com uma ideia central: permitir que as pessoas possam usar o Bitcoin de maneira mais direta, mudando a situação em que os custos são elevados e as transações se efetivarem com certa lentidão.

A diferença em termos de números de transações é notável: enquanto o Bitcoin consegue efetivar sete operações por segundo, pela Lighting Network essas movimentações podem ser confirmadas na casa de milhares a cada segundo – em média são 1.700, mas a capacidade da rede é de executar até 65.000 transações por segundo.

Importante notar que essa dificuldade não acontece apenas no Bitcoin: com o desenvolvimento mais rápido de tecnologias que utilizam as criptomoedas em algum ponto, tivemos um uso tão grande nos últimos tempos que essa mesma lógica da Lightning Network pode ser utilizada para descongestionar redes de outras criptomoedas também.

Qual é o objetivo da Lightning Network ?

O objetivo principal da rede relâmpago do Bitcoin é descongestionar a rede e permitir que mais pessoas executem suas transações com Bitcoin, possibilitando dessa maneira novos caminhos para que enfim a funcionalidade de moeda de troca possa acontecer.

Você, entusiasta de Bitcoin que nos lê já deve ter ouvido falar que a maior limitação dessa criptomoeda é justamente a facilidade de utilizá-la. Talvez você já tenha verificado pessoalmente como isso acontece. Você pode conseguir comprar um carro com Bitcoin e aguardar a transação fechar, mas jamais conseguiria pagar um jantar ou comprar pão pela manhã com ela.

A sacada da rede relâmpago do Bitcoin é permitir que você possa rever esse tipo de decisão, no lugar de por exemplo utilizar alguma outra criptomoeda de transações mais rápidas e custos mais baixos como a Litecoin.

Em 2021 tivemos um país que decidiu tornar sua moeda oficial o Bitcoin, El Salvador. Já pensou se da noite para o dia todas as transações que você tem costume de fazer – seja por meios digitais de pagamento ou não – passassem a ser em uma moeda digital que demora um tempo considerável para confirmar os pagamentos?

Essa adoção do Bitcoin como moeda oficial por El Salvador aconteceu bem depois da idealização da rede relâmpago, mas certamente essa rede viabiliza essas transações que ocorrem lá de maneira muito mais rápida e, convenhamos, talvez essa ideia nem teria sido tirada do papel sem a rapidez que a Lightning Network traz.

Como funciona?

Até então você já entendeu as motivações de existir da rede relâmpago do Bitcoin, vamos agora a como ela funciona.

A Lightning Network é uma rede criada em paralelo (ou, com o termo utilizado, off-chain) a rede do Bitcoin, permitindo que os usuários façam transações diretas entre uma ponta e outra (o chamado peer-to-peer) através de canais de pagamento bidirecionais criados especificamente para as transações.

O único momento em que as pessoas utilizam a rede Bitcoin para fazer isso é para criar esses canais de pagamento (é o único ponto on-chain), porque após isso, criado esse canal, as pessoas executam as transações através de contratos inteligentes dentro desses canais. Pela efetivação ser assim e não na própria rede Bitcoin, os custos são bem mais baixos e a rapidez das transações bem mais alta.

O que são os canais de pagamento?

Canal de pagamento é uma espécie de conexão entre duas pontas que, uma vez aberta, permite que essas duas partes executem todas as transações que desejarem por ali utilizando contratos inteligentes.

Funciona assim: imagine que Ponta A e Ponta B decidam criar uma conexão lightning entre si para transacionarem Bitcoin; os dois endereços se conectam à rede Bitcoin através de uma carteira multi-assinatura (também chamada de multisig) e, logo após criar essa conexão, saem da rede; tendo esse canal, por ele, pelo off-chain da rede Bitcoin, Ponta A e Ponta B trocam Bitcoin quantas vezes quiserem, utilizando apenas contratos inteligentes para efetivas tais transações.

A cada transação efetuada dentro desse canal de pagamento criado, tanto Ponta A quanto Ponta B atualizam seus extratos (deixando clara a quantidade de Bitcoins que possuem) e, por meio dos contratos inteligentes ali do canal, há a garantia de que cada parte vai ficar com o que combinou nas transações.

A partir do momento que todas as transações desejadas forem realizadas, Ponta A e Ponta B conectam-se mais uma vez à rede Bitcoin, dessa vez para fechar esse canal de pagamento criado. Então, veja só como é mais eficiente: os únicos dois momentos de conexão com a rede Bitcoin são para abrir e fechar o canal de pagamento.

E quem está fora daquele canal de pagamento, faz o que?

Possivelmente você pensou “mas se é apenas entre duas pontas, não daria um trabalho imenso para quem está de fora disso?”. É aí que entra a grande novidade dessa ferramenta: é possível que você execute transações com outras partes não diretamente, mas através das interconexões entre canais criados.

Funciona assim: vamos supor que agora além de Ponta A e Ponta B existem Ponta C, Ponta D e Ponta E. Como seria possível que Ponta A troque Bitcoins com Ponta C, D ou E? Basta que existam canais de pagamentos ativos entre eles. 

Suponha por exemplo que exista uma ligação entre A e B, outra entre B e C, mais uma entre C e D e uma quarta entre D e E. Estando ativos todos esses canais de pagamentos, as pontas podem trocar Bitcoins entre si apenas utilizando contratos inteligentes e sem precisar passar pela rede Bitcoin.

Os caminhos pelos quais as unidades de Bitcoin passarão são todos verificados e registrados em uma rede blockchain que, no fim das contas, garante que independente do caminho, tendo canais interligados entre as duas pontas, elas conseguirão trocar Bitcoins entre si.

O único ponto de atenção aqui é a questão do modo como essas transações acontecem entre canais de pagamento interconectados: como as trocas acontecem com base em carteiras multisig, isso significa que de uma ponta a outra passar por várias outras demanda que essas do meio tenham saldo para cobrir a operação – e isso pode ser um fator limitante.

Em todo caso, apesar dessa limitação, quanto mais canais de pagamento criados, maior a conexão entre as pessoas que estão na rede relâmpago do Bitcoin e, reforçando, como ali as transações são feitas apenas com base em smart contracts, há maior rapidez e menores taxas para se fazer isso.

5 vantagens da Lightning Network 

Com tudo isso que apresentamos a você até agora, é hora de apresentar de maneira mais direta quais são as vantagens de usar a rede relâmpago do Bitcoin:

  • Rapidez nas transações: são literalmente milhares de transações por segundo que conseguem ser realizadas utilizando essa rede;
  • Baixo custo: a única exigência, uma vez dentro de um canal de pagamentos, é que as transações sejam confirmadas e tocadas por contratos inteligentes, o que custa muito menos a rede do que utilizar algo tão congestionado quanto a rede do Bitcoin;
  • Utilização em pagamentos menores: lembra do que falamos sobre poder utilizar no dia a dia, até mesmo para comprar pães na padaria? Então: com essa rede isso passa a ser possível;
  • Conexão apenas pontual com a rede Bitcoin: o problema de congestionamento fica muito mais reduzido quando as únicas duas ocasiões que demandam contato são a abertura e o fechamento de um canal de pagamento;
  • Aumento do uso: hoje em dia redes sociais como o Twitter permitem que criadores de conteúdo exclusivo sejam pagos em Bitcoin – e isso só acontece porque agora é muito mais fácil e rápido de fazer isso.

Um dos aspectos mais interessantes de se pensar é que, embora tenha sido criada para descongestionar a rede Bitcoin, a rede relâmpago não veio para substituir o uso da moeda, acaba na verdade aumentando isso, já que permite maior facilidade nessas operações.

Com isso, a mais conhecida, com maior cotação e valor de mercado das criptomoedas acaba por ganhar ainda mais espaço. Afinal de contas, mesmo a mais inovadora das tecnologias do mundo perderá espaço se não puder ser utilizada mas, tornando fácil esse uso (além de rápido e barato), o que acontece é o contrário: populariza-se aquele uso entre as pessoas.

Levando em conta que, como relembramos logo nas primeiras linhas do artigo o Bitcoin é a criptomoeda mais conhecida e que deu origem a todo esse universo, ter essa rede como ampliadora de possibilidades de uso do Bitcoin acaba fazendo com que essa fama saia do campo das ideias e vire realidade para cada vez mais pessoas.

4 desvantagens da Lightning Network 

Para que você sempre esteja consciente das decisões que toma, é sempre válido saber sobre o que é positivo e o que não é tão interessante assim. Então, vamos agora para algumas das desvantagens do uso da rede relâmpago do Bitcoin:

  • As duas pontas precisam estar ativas para a transação ocorrer: sabe quando você envia uma mensagem de WhatsApp e, apesar dela ter sido enviada, você vê que o outro não recebeu? Na rede lightning você precisa que as duas pontas estejam on-line para que a troca de Bitcoins aconteça (isso não é necessário no on-chain do Bitcoin);
  • Como a troca é entre duas partes, pode haver a necessidade de quem participa em uma ponta de verificar os saldos das transações para garantir que o dinheiro ali transacionado esteja seguro (você pode contratar algum serviço para fazer isso, mas aí vai ficar mais caro de operar);
  • Ainda que o contato com a rede do Bitcoin seja apenas para abrir e fechar canais de pagamento, esses contatos podem ser demorados e demandam taxas altas (então tanto a entrada quanto a saída não são tão rápidas quanto o próprio uso da rede relâmpago do Bitcoin);
  • Geralmente você não pode transacionar valores elevados, porque como essas trocas acontecem entre carteiras multisig, é preciso que elas tenham saldo necessário para cobrir essa “passagem entre canais de pagamento”. Então é melhor utilizar essa rede para pagamentos menores.

Possivelmente seria interessante fazer a seguinte separação entre a rede Bitcoin e a lighting network: a primeira você usa para guardar recursos em carteira e para transações maiores e a segunda para fazer aquisições menores no dia a dia de maneira mais rápida. Separando esses dois usos, ainda que a criptomoeda seja a mesma (o Bitcoin), a experiência tende a ser mais agregadora para quem utiliza.

Rede Relâmpago do Bitcoin: rápido, barato e transformador

Neste artigo você descobriu sobre uma maneira de fazer transações mais rapidamente e com custo mais baixo utilizando Bitcoin, sem necessariamente utilizar a rede daquela que abriu as portas do universo cripto. Não é algo tão intuitivo e talvez não seja para iniciantes, mas é um meio bastante direto de fazerem circular suas unidades de Bitcoin.

Todas as vezes que surgem novas possibilidades de uso das criptomoedas, mais oportunidades começam a surgir para negócios e até mesmo para governos no sentido de utilizar as criptomoedas em seu dia a dia. Certamente, por meio da Lightning Network , mais entidades públicas e privadas pensam em utilizar Bitcoin hoje do que dez anos atrás.

Siga acompanhando os conteúdos aqui do Blog da Bitso para poder ficar sabendo com mais detalhes (e traduzido para a língua que você fala) sobre o universo das criptomoedas

O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.