Símbolo de Chiliz num campo esportivo para explica o que é CHZ

Entenda o que é a criptomoeda CHZ e como esse token funciona no Brasil

O mundo dos esportes movimenta multidões e bilhões de dólares anualmente. Estádios lotados, camisetas de time que se esgotam num piscar de olhos, músicas coreografadas. A paixão dos torcedores pelo time do coração vai muito além do comportamento racional. Claro que isso extrapola o ambiente normal dos campos e chega ao mundo das criptomoedas.

Faz sentido! Por que não aliar a tecnologia a esse amor incondicional e permitir que fãs de esportes participem mais ativamente das atividades e eventos dos seus clubes? É exatamente esse o objetivo da criptomoeda Chiliz (o token CHZ), do qual vamos falar neste artigo.

Se você gosta de esportes e do universo das criptomoedas, continue lendo que você vai adorar esse criptoativo.

O que é CHZ?

O Chiliz é um token que permite que fãs interajam com seus times do coração por meio de eventos e que participem nas decisões relacionadas ao dia a dia do clube, como detalhes no uniforme, na música de entrada dos jogadores no campo, e muito mais. 

Diferentemente do Bitcoin e do Ether, que são utilizados como moedas digitais transacionais, o CHZ é um utility token, o que significa que ele pode ser usado para troca por produtos e serviços dos clubes associados. 

Ainda assim, o preço de Chiliz funciona de forma parecida com as criptomoedas tradicionais, oscilando bastante. No intervalo de doze meses, em 2021, o token valorizou impressionantes 1.700%, mostrando o aumento do interesse por esse ativo. 

Mas vale repetir: o Chiliz pode valorizar, contudo, ainda apresenta alta oscilação de preços, e isso deve ser levado em conta na hora de decidir ter tokens de CHZ ou qualquer outro que venha a conhecer. Criptomoedas e tokens são ativos de preço instável, sem promessas de ganhos, combinado?

Como surgiu a criptomoeda CHZ? 

Esse token surgiu para ajudar torcedores e clubes de futebol a interagirem mais – lembram que um utility token vai além da função de valor, né? A intermediação entre os fãs e os clubes parceiros é feita pelo site Socios.com, e o ‘combustível’ para realizar a interação entre as partes é o CHZ. 

Funciona assim: o site Socios.com estabelece uma parceria com um clube de esportes, que por sua vez passa a emitir seus próprios tokens (chamados de fan tokens) dentro da plataforma. Quem tiver interesse em comprar esses fan tokens deve primeiro comprar CHZ, depois transferir para dentro da plataforma Socios.com e converter para o token do seu time do coração.

O São Paulo Futebol Clube, por exemplo, tem token! E não faltam opções hoje de times que já aderiram a essa nova forma de se relacionar com seus torcedores: só no mundo do futebol, times europeus (PSG, Barcelona, Atlético de Madrid), sulamericanos (Corinthians, Atlético Mineiro, Independiente) e muitos outros. Além do futebol, também tem UFC, basquete (NBA) e, claro, e-sports.


Os clubes perceberam que era possível aproximar ainda mais os seus torcedores do dia a dia dos jogos e competições, com a vantagem de uma nova forma de receita vinda da emissão dos tokens. Do lado dos torcedores, é uma forma de participar ativamente das decisões e ter acesso a novas experiências com o seu time do coração. Nada mal, hein?

Chiliz vs. Bitcoin: a diferença da função do token

Não tem como fugir dessa comparação. Afinal, o Bitcoin é a criptomoeda mais conhecida e comentada em todo o planeta. Mas o Chiliz também pode ser trocado por outras criptomoedas ou até por dinheiro comum (usando o jargão, moeda fiduciária), como reais e dólares. Então, qual é a grande diferença entre as criptomoedas Chiliz e Bitcoin?


A resposta está na característica do token. Enquanto Bitcoin tem um objetivo de pagamento, ou seja, é usado para trocas e transações no mercado, o Chiliz é um utility token, isto é, tem uma utilidade específica: a possibilidade de trocar unidades do token por produtos e serviços de quem emite. 

Os fan tokens são utility tokens emitidos por entidades ligadas ao mundo esportivo, como clubes de futebol, basquete, luta e outras modalidades.

As 5 vantagens da criptomoeda Chiliz 

Com a finalidade bem específica de aproximar torcedores dos seus clubes de coração, algumas vantagens se destacam. Está pensando em trocar seus CHZ por fan tokens de um time específico? Vamos analisar – fazendo isso, você pode:

  1.  Participar das decisões do seu time, como em votações das cores do uniforme, o canto da torcida na entrada dos jogadores;
  2.  Ter novas experiências e aumentar a proximidade com os ídolos do esporte, por meio de encontro com jogadores e outras personalidades do seu time;
  3.  Ter acesso a áreas VIPs dentro do estádio e até no banco de reservas. Resumindo, é a evolução da carteirinha de sócio torcedor.
  4.  Ter um token que possui lastro em um mercado que movimenta bilhões de dólares por ano, e que mostra um crescimento consistente ao longo do tempo.

O outro lado da moeda: 3 desvantagens de Chiliz

É importante entender também alguns riscos que são próprios de Chiliz e utility tokens em geral:

  1. O CHZ apresenta elevada oscilação ao longo do tempo. Apesar de ter subido bastante de preço nos últimos meses, as quedas também são marcantes e podem ocasionar grandes perdas. Mais do que olhar apenas para grandes subidas ou quedas, é fundamental entender o projeto e incorporar na análise seus riscos.
  1. O CHZ é um projeto ligado ao site/app Socios.com e seus fundadores. Inclusive, uma parte dos tokens está sob posse dos desenvolvedores e time da Chiliz, o que acaba diferenciando o CHZ de projetos totalmente descentralizados, como Bitcoin e Ether.
  1. Há um risco de continuidade do ecossistema. Atualmente, o Socios.com é a maior interface que faz a intermediação entre fãs e clubes. Mas não há uma garantia de que novas plataformas possam surgir no futuro. Além disso, o interesse por esse tipo de negócio pode reduzir, tanto para torcedores como times, trazendo um impacto direto para o preço do Chiliz.

Chiliz no Brasil

No início, em meados de 2018, alguns poucos times europeus aderiram a ideia de aproximar seus fãs por meio do utility token, como é o caso do Chiliz. Aos poucos, percebendo as evidentes vantagens, mais times começaram a apostar nessa nova forma de obtenção de receitas, em parceria com o Socios.com. 

Alguns desses times são da América do Sul, inclusive equipes brasileiras, como comentamos. Grandes torcidas de futebol do Brasil já possuem tokens emitidos na plataforma, permitindo que seus fãs se aproximem do clube em eventos VIPs, votando e influenciando as decisões relacionadas ao time.

Quanto ao token em si, ele tem ganhado o interesse do público em geral, o que coincide com o aumento do preço observado nos últimos 12 meses (superior a 1.700%!). O token já está disponível na maior parte das exchanges de criptomoedas. E claro, aqui na Bitso também!

Como comprar CHZ? 

Agora que você já entendeu tudo sobre CHZ, suas características e sua relação com o mundo dos esportes, chegou a hora de entender como comprar Chiliz na Bitso. E sobre isso temos uma ótima notícia: para ter CHZ na sua carteira da Bitso, é só seguir os passos abaixo:

  • Entrar com o seu login e senha no app da Bitso 
  • Clique na aba ‘Cripto’ e ache o CHZ na lista de criptomoedas. Você pode comprar CHZ com reais ou ainda com outras criptomoedas, como Bitcoin e Ether. A escolha é sua!
  • Faça a conversão com o valor desejado e pronto! Agora, você tem Chiliz na sua carteira cripto na Bitso!

Sempre vale relembrar: estude bastante o ecossistema que dá base ao token CHZ, navegue pelo site e app do Socios.com e avalie os parceiros que já firmaram negócio. Conhecendo os riscos e as limitações do projeto, suas expectativas ficam mais alinhadas!


Mas uma coisa é certa: depois do advento do Chiliz, o mundo dos esportes jamais será o mesmo!

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.