símbolo de Polygon para falar de MATIC

O que é Polygon (MATIC)? Um guia cripto para iniciantes

Escalabilidade é a capacidade de multiplicar o que você faz sem precisar necessariamente multiplicar os recursos (dinheiro e trabalho) para realizar essa ação. Já pensou na praticidade que seria isso? Em um mundo que demanda muita capacidade computacional ou pelo menos muitos dados, Polygon / Matic é um projeto que tem foco em trazer uma verdadeira revolução nesse sentido.

Muito provavelmente por essa revolução que Polygon / Matic pretende trazer que vimos esse projeto concentrar tantas atenções nos últimos meses. Nesse artigo, você ficará por dentro do que é Matic, para que serve, como comprar  a criptomoeda e muito mais. Vem com a gente!

O que é Polygon (Matic)?

Polygon é um projeto que tem como objetivo possibilitar que a integração entre blockchains diferentes ocorra de maneira mais suave, mais rápida e com custos de transação mais baixos. A criptomoeda Matic é o token que permite os pagamentos dentro da plataforma Polygon, que faz essa integração.

A tecnologia blockchain trouxe para a realidade algo simples, mas que não existia de maneira tão prática anteriormente: a capacidade de ter registros de transações de entradas e saídas em um só lugar, de forma definitiva e segura. Bem, isso já podia acontecer com os livros-razão, mas não acontecia de maneira tão acessível, digital e imutável – o livro poderia pegar fogo, por exemplo.

Um passo adicional de utilização do blockchain é a necessidade de integrar redes diferentes, para ampliar as funcionalidades existentes. Acontece que isso não é tão fácil de fazer, demanda taxas caras para operar e costuma ser demorado para que as transações entre blockchains de fato ocorram. É aí que o projeto Polygon / Matic surge de maneira revolucionária.

Através do que esse projeto traz, é possível que os desenvolvedores criem blockchains para propósitos específicos e que operam entre si, o que aumenta bastante a funcionalidade geral. É sair do mero registro de transações e mergulhar em um oceano de possibilidades com todos os dados ali presentes.

Quais as vantagens de Polygon (Matic)?

Trazendo para o português caso o parágrafo de cima tenha ficado confuso: imagine o caso de uma empresa com cinco filiais que vendem produtos e serviços diferentes entre si. Para registrar tudo que acontece nelas, existem duas opções: ou comprar um enorme servidor que registre tudo (e isso vai ser complicado, porque os dados são muito diferentes), ou cinco servidores menores, um para cada filial.

Se você pensou “a primeira solução é cara e difícil de operar, e a segunda é mais barata mas mais ineficiente porque as informações não conversam”, imagine então uma terceira possibilidade, em que todos os cinco servidores possam conversar entre si e permitir um acompanhamento do todo sem que isso aumente os custos da operação. Essa terceira solução de servidores é o que faz Polygon.

Com a terceira solução, o que acontece é que as cinco filiais da empresa continuarão tocando suas atividades normalmente, mas o controle de tudo que se passa poderá ser feito de maneira integrada mesmo assim. E com uma outra vantagem: permitindo que as filiais tenham suas transações entre si também registradas de maneira imutável e acessível. 

Transfira esse exemplo para os blockchains “conversando entre si”. Entende agora o tamanho da melhoria que isso gera?

Quais são os problemas que Polygon (Matic) resolve?

Como você acompanhou até aqui, a ideia desse projeto é facilitar a vida de quem desenvolve aplicativos em blockchain dentro da rede Ethereum – que é hoje conhecida como uma das melhores plataformas para isso. Mas que tipo de problema esse projeto de fato resolve?

Os três maiores problemas que impedem que a Ethereum alcance sua maior produtividade possível em ser a rede de desenvolvimento de aplicativos em blockchain são:

  • a experiência ruim para quem usa em virtude das altas taxas envolvidas (as chamadas gas fees/taxas do gás, que é o que as pessoas pagam pela energia computacional usada na rede Ethereum para validar transações);
  • transações lentas;
  • e uma ausência de governança na comunidade.

Somada a todas essas vantagens, outra grande melhoria que o projeto Polygon oferece é a possibilidade de que essas redes compatíveis que conversam entre si e se conectam com a Ethereum possam também operar de maneira conjunta.

Todas essas vantagens, com foco nos desenvolvedores de aplicativos em blockchain Ethereum, chamam a atenção porque permitem uma interação mais amigável e uma gama imensa de recursos que antes não poderiam acontecer simplesmente pelo fato de que as redes não conversavam entre si ou tinham todos os problemas da Ethereum para poderem de fato serem viabilizadas.

Para se ter uma ideia do tamanho da capacidade desse projeto, até 65 mil transações podem ser efetivadas por segundo, e o tempo de confirmação por bloco para fazer isso é de impressionantes dois segundos. A grande dor resolvida pelo projeto Polygon é justamente fazer muito mais de maneira bem mais rápida e com custos inferiores.

Como surgiu Polygon (Matic)?

Tal qual a maioria dos outros projetos dentro do universo de criptomoedas, este também surgiu poucos anos atrás. Tudo começou em 2017, quando três indianos fundaram a Matic Network: Jaynti Katani (atual CEO, um engenheiro de blockchain), Sandeep Nailwal (atual COO, que é programador e empresário de blockchain), Mihailo Bjelic e Anurag Arjun (atual CPO).

Em fevereiro de 2021, o projeto mudou de nome para atrair mais atenção de pessoas fora da Índia, sobretudo no ocidente: passou a se chamar Polygon. A mudança deu tão certo que hoje os fundadores têm como objetivo transformar a Índia em uma potência do blockchain, e o projeto pretende se tornar o terceiro maior projeto de moeda digital em valor no mundo, ficando atrás apenas de Bitcoin e Ethereum.

Outro aspecto que mostra como a mudança de nome ajudou é o fato de que, após ela, houve um aumento grande na comunidade global não só que ficou sabendo da existência do projeto como também passou a levar em consideração todas as possibilidades que o projeto trazia como novas. Certamente contribuiu para que ficasse conhecido como é hoje.

Polygon (Matic) x Bitcoin

Bitcoin é a grande nave mãe desse mundo cripto que acabou gerando toda essa revolução digital com pagamentos, autenticações e otimizações de todo tipo. Algumas diferenças que existem entre os dois projetos são:

  • Rede utilizada: ambos funcionam com base na tecnologia blockchain, mas o Bitcoin funciona em uma rede própria como criptomoeda, enquanto Polygon Matic opera como token em Ethereum;
  • Função principal: Bitcoin tem como objetivo cada vez mais declarado ser uma reserva de valor contra a inflação das moedas fiduciárias e também servir para transações, enquanto, com Polygon (Matic), o objetivo é aumentar as funcionalidades entre diferentes redes blockchain de maneira mais rápida e barata;
  • Oferta de moedas digitais: Bitcoin tem uma oferta conhecida de 21 milhões de unidades, enquanto a oferta do ativo Matic é de dez bilhões de unidades;
  • Como ter acesso a moeda: você pode comprar ambos, mas, enquanto Bitcoin você pode minerar, o token Matic é disponibilizado na rede pela Polygon.

Vantagens e desvantagens de Polygon Matic

Quanto às vantagens, você já viu neste artigo:

  • a redução de custos envolvidos na criação e desenvolvimento de redes blockchain para Ethereum;
  • a comunicação, conexão e interoperabilidade entre essas redes;
  • o ganho imenso em possibilidades que toda essa integração traz aos desenvolvedores;
  • além do maior senso de comunidade no ecossistema, no qual pessoas interessadas podem participar e promover melhorias sistemáticas na plataforma.

Podemos chamar de desvantagens ou limitações o fato de que o objetivo principal deste projeto é atender a demandas de desenvolvedores (e não do público final que compra o token), a alta volatilidade envolvida em suas cotações (o que pode dificultar o uso no dia a dia) e também a possibilidade sempre presente de que projetos mais eficientes surjam e tomem seu lugar de destaque.

Quer mais sobre a criptomoeda MATIC e o projeto Polygon? Aqui tem:

Como comprar Matic?

Quer ter a criptomoeda Matic em sua carteira? Vamos te contar como você faz para comprar aqui pela Bitso:

  1. Deposite dinheiro em sua conta na Bitso, pode ser por Pix, TED ou Bitso Transfer;
  1. Converta para Bitcoin ou para alguma das moedas digitais do padrão ERC-20 que estão disponíveis, como Tether ou Chainlink;
  1. Com essas opções de ativos, você pode fazer a conversão para Matic e comprar o token.

Com estes três passos, você já vai ter em sua carteira o token Matic, que é a moeda digital que remunera toda essa revolução no desenvolvimento de aplicativos blockchain para a Ethereum. Vamos lá?

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.