Imagem de um certificado digital com bitcoin

Para que serve o Certificado Digital?

Você já precisou assinar algum documento sem ter de comparecer fisicamente ao lugar para isso? A manutenção da segurança nos ambientes digitais é um tema cada vez mais em voga com o aumento da interconectividade. Os certificados digitais oferecem serviços que aumentam a segurança da rede para usuários, pois é possível confirmar de forma remota que quem está assinando um documento é de fato a pessoa certa.

Em tempos de tantas fraudes e tentativas de golpes na web, principalmente no que diz respeito às transações eletrônicas, é comum a preocupação com a segurança. Pensando em ajudar na solução desse problema, surgiu o conceito do certificado digital, com o intuito de garantir a veracidade das informações pessoais.

Sabemos que a tecnologia vem causando mudanças profundas no modo como vivemos e como enxergamos a realidade. Quer entender melhor sobre o que é Certificado Digital e qual a relação com criptomoedas? Acompanhe neste artigo!

 O que é Certificado Digital? 

O Certificado Digital é a identidade eletrônica de pessoas físicas e jurídicas. São dados criptografados, que têm a função de guardar as principais informações de uma pessoa ou empresa.

Ainda que um certificado exista apenas virtualmente, ele tem o mesmo valor jurídico das certificações que nos habituamos a usar todos os dias, como documentos de identidade e certidões.

Esse certificado pode ser usado para tomar várias ações práticas, como assinar contratos digitais, ter acesso a documentações restritas e utilizar sistemas virtuais do governo. Quando seus dados estão criptografados, como ocorre com o Certificado Digital, as possibilidades de fraudes e roubos diminuem drasticamente.

Para guardar e proteger as informações no Certificado Digital, são usadas as chamadas chaves criptográficas assimétricas, que têm a função de cifrar mensagens e verificar as identidades das pessoas usuárias. Essas chaves são compostas por dois tipos: as chaves públicas e as chaves privadas.

 O que é chave pública e chave privada do certificado digital

As chaves privadas são códigos embaralhados que foram gerados pelo próprio Certificado Digital, como se fossem senhas. Elas têm a função de decifrar mensagens contidas em documentos e sistemas restritos.

Já as chaves públicas são códigos compartilháveis com outras pessoas. Ou seja, sua função é verificar a identidade e possibilitar a transferência de dados.

Pense na seguinte analogia: a chave privada é como se fosse a senha da sua conta de banco e a chave pública é como se fosse os números da sua conta e agência. Enquanto a primeira serve para acessar as informações da conta, a segunda tem a função de identificá-la.

Quando uma pessoa decide transferir informações para outra pessoa por meio de documentos criptografados, é liberada uma assinatura eletrônica, tecnologia que tem a função autenticar documentos eletrônicos.

 Benefícios do Certificado Digital 

A segurança jurídica é um dos principais benefícios do Certificado Digital. Isso porque, considerando que as informações contidas nele e as assinaturas geradas nas operações são praticamente invioláveis, o uso destes documentos tem o mesmo reconhecimento legal de uma assinatura manuscrita.

O órgão regulador dos certificados digitais é a ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira), que viabiliza a emissão de certificados digitais para pessoas físicas, jurídicas e servidores ou funcionários do governo.

A facilidade na verificação de autenticidade é outro ponto essencial que torna as certificações ainda mais seguras. Como dissemos, quando uma operação é feita por meio de certificados digitais, é gerada uma assinatura digital com dados criptografados. Caso uma das partes altere o conteúdo do documento, o resultado da assinatura digital também é alterado e sua validade legal deixa de existir.

Outro benefício desse certificado de segurança é a transparência. Sempre que um contrato é firmado via assinatura eletrônica, os envolvidos podem solicitar os certificados digitais das partes para saber se as pessoas que fizeram negócio são quem dizem ser.

A redução de gastos também é uma vantagem do certificado digital. Para assinar um contrato de compra e venda, você precisaria gastar com a impressão do contrato, reconhecer firma no cartório, entre outras etapas. Ou seja, um processo muito custoso. Com a assinatura obtida pela certificação digital, esses gastos são eliminados!

Por fim, outro fator importante relacionado aos certificados digitais é a mobilidade, já que as pessoas que estão participando da operação não precisam estar no mesmo local. Você pode fazer tudo de onde estiver, basta ter acesso a um computador ou qualquer outro dispositivo móvel.

 Como fazer Certificado Digital? 

O Certificado Digital é um documento que qualquer pessoa pode ter, seja uma pessoa física (cidadão), pessoa jurídica (representante de empresas) ou mesmo o governo (servidores ou funcionários).

Para saber como fazer certificado digital, você só precisa seguir alguns passos!

  • Passo 1: Escolha a Autoridade Certificadora 

O primeiro passo para emitir a sua certificação digital é escolher a que mais se adequa às suas necessidades. Para isso, acesse o site da ICP-Brasil e escolha uma das Autoridades Certificadoras (entidades responsáveis pela emissão dos Certificados Digitais) para emitir o seu.

  • Passo 2: Solicite a emissão do seu Certificado

Após escolher a Autoridade Certificadora que vai emitir a sua certificação digital, entre no site da sua AC e escolha o tipo de certificação adequada para você. Você poderá escolher entre os seguintes tipos de certificação:

  • e-CPF;
  • e-CNPJ;
  • NF-e;
  • NFC-e;
  • Certificado Digital OAB;
  • Certificado Digital para MobileID;
  • Certificado Digital na nuvem Remote ID; 
  • Certificado Digital SSL.
  • Passo 3: Compareça à Autoridade de Registro

Ao escolher a sua certificação digital, você vai precisar agendar a data e o horário para comparecer pessoalmente a uma Autoridade de Registro (AR) pertencente à Autoridade Certificadora que você escolheu.

Neste comparecimento presencial, leve os documentos solicitados pela Autoridade de Registro e faça seu cadastro biométrico. Depois da verificação dos documentos e da coleta biométrica, seu certificado estará pronto!

Dependendo do tipo de certificação, você poderá adquirir seu documento apenas fazendo o download no computador. Caso você precise usar o certificado em mais de um aparelho, existe também a opção de solicitar seu Certificado Digital em forma de cartão ou token.

O custo da emissão do Certificado Digital varia bastante e depende de alguns fatores: tipo de certificação, tempo de validade da certificação, tipo de pessoa (física ou jurídica) e autoridade Certificadora escolhida.

 Qual a relação entre Certificado Digital e Criptomoedas?

Tanto o banco de dados dos Certificados Digitais quanto o blockchain – que é o banco de dados das criptomoedas – trabalham com criptografia (que quer dizer “escrita secreta”, no sentido original do termo em latim).

No mundo digital, a criptografia é uma sequência de símbolos ou palavras embaralhadas, com algum significado oculto, que precisa ser decodificada por uma chave específica. Por trabalhar com sequências de códigos embaralhadas, ela ajuda a evitar roubos de informações e previne o hackeamento de sistemas.

A criptografia pode trazer grandes benefícios para as pessoas na web, como a proteção de dados na internet, a segurança de backups, a confiabilidade das transações na web e a autenticidade das informações.

Nesse sentido, a criptografia também transforma profundamente o mercado das criptomoedas, pois garante mais segurança a dados e transações.

Mas é preciso entender que, diferentemente do modo como as informações são organizadas na ICP-Brasil (banco de dados das Certificações Digitais), o blockchain organiza os dados de forma completamente descentralizada.

No caso do blockchain, não há um grupo seleto de pessoas ou uma autoridade central que confira a validade das informações contidas no banco de dados. Todas as pessoas que fazem parte desse sistema conseguem fazer essa “vistoria” de forma anônima, a qualquer hora do dia, sem precisar pedir permissão.

O blockchain, que é o motor para o Bitcoin e outras criptomoedas, certamente será incorporado à experiência brasileira com criptografia de chave pública. A tendência é que o Certificado Digital se modifique aos poucos para “abraçar” a tecnologia do blockchain e das criptomoedas.

Mesmo com essas mudanças na maneira de realizar transações, a identificação das pessoas continuará sendo imprescindível e o Certificado Digital é um instrumento importante para garantir isso.

 Certificado Digital, blockchain e criptomoedas cada vez mais juntos  

Com o desenvolvimento da tecnologia, tanto das criptomoedas quanto do Certificado Digital, as possibilidades de união entre os dois sistemas de banco de dados são bem elevadas.

Feitos para facilitar as ações mais burocráticas do cotidiano, entender o uso do Certificado Digital pode ser o que você precisa para se tornar também mais conectado, e ainda consegue fazer suas movimentações em relação a compra e venda de criptomoedas, tudo de forma segura! Só vantagens, não é?

Agora que você já sabe a relação entre o certificado e as moedas digitais, como Bitcoin, Litecoin e Chainlink, saiba que todas elas estão disponíveis para compra e venda de forma simples e segura pelo aplicativo da Bitso

Ou seja, você consegue verificar todas as transações na hora que quiser. Aproveite também para consultar informações no site da Bitso!

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.