Imagem mostrando criptomoedas entrando em um buraco negro no espaço representando investimentos de alto risco

Investimentos de alto risco: podem ser uma oportunidade para a sua carteira de investimentos?

Existe uma lei super importante no mundo financeiro que é a relação risco-retorno. Isso significa que ativos que tem maior retorno ao longo do tempo apresentam maior risco. Por isso, os investimentos de alto risco podem trazer rentabilidades maiores, mas aí é importante entender se a pessoa que está aplicando esse dinheiro está disposta a correr esse risco.

Se você pretende saber mais sobre eles, como podem impactar para sua vida financeira, o quanto podem se encaixar para o que você planeja e como é possível começar nessa caminhada, chegou ao local certo.

O que são investimentos de alto risco? 

Os investimentos de alto risco são aqueles onde os ativos costumam apresentar grandes variações de preço em um curto espaço de tempo e nenhuma garantia de rentabilidade futura. Essas características tornam impossível fazer qualquer previsão sobre ganhos e perdas que esses investimentos podem produzir para quem investe.

Isso significa que rentabilidades passadas não significam rentabilidades futuras. E esse entendimento é determinante na hora de analisar esses tipos de investimentos.

Tipos de investimentos de alto risco

Os principais tipos de investimentos de alto risco são ações, câmbio, contratos futuros e derivativos. Detalhando esses tipos, para ficar mais fácil de entender:

  • Ação: é um pedaço de uma empresa e reflete diversas condições da mesma e do mercado onde ela é negociada;
  • Câmbio: nada mais é que comprar a moeda de um determinado país e apostar na valorização/desvalorização dessa moeda;
  • Contratos futuros e derivativos: são os instrumentos de maior risco dessa lista e também os de maior complexidade, ambos servem para proteção ou especulação de um determinado ativo financeiro e são negociados em bolsa de valores ou via contratos feitos sob medida.

Como você pode perceber, esses investimentos têm todos uma coisa em comum: você não tem nada garantido desde o começo. Em um país como o Brasil, em que a renda fixa deixa muita gente acostumada a ver apenas rendimentos para cima (mesmo se não forem tão altos), essa informação é importante de ser dita logo de começo.

Existe uma espécie de regra no mundo das finanças que diz que riscos e retornos andam lado a lado e, se algo apresenta risco maior, é esperado que tenha retornos também maiores. Isso significa que para esse tipo de investimento o risco maior sinaliza que os retornos que se esperam são maiores.

Mas seria irresponsável de nossa parte não reforçar a você leitor que, sim, na relação risco e retorno não existem apenas os retornos: se o risco for elevado, o que está em jogo em termos de oscilação não deve ser desprezado.

Tendo feito esse alerta, vamos seguir com as vantagens, desvantagens e como você pode fazer para investir em investimentos de alto risco.

Vantagens dos investimentos de alto risco 

Apesar de parecerem perigosos, os investimentos de alto risco possuem vantagens interessantes, tipo essas aqui:

  • Como existe uma variação grande nos preços dos ativos ao longo do tempo, logo é possível se aproveitar da variação positiva e ter retornos bastante acima daqueles encontrados em investimentos de menor risco, como a renda fixa por exemplo;
  • Oportunidades em mercados muito mais diversificados ocorrem quando falamos nestes ativos, podendo ter vantagens inclusive de entender os fluxos dentro deles (por exemplo verificando as “apostas” realizadas nos mercados de derivativos);
  • Com os riscos mais elevados, se há uma expectativa maior sobre os retornos (pela “regra de bolso” das finanças que falamos anteriormente), também há a possibilidade de um aprendizado mais dinâmico sobre o funcionamento dos mercados.

Saber mais sobre como os mercados funcionam, que é a última das três vantagens que indicamos, é interessante porque dessa maneira você fica por dentro de como tomar melhores decisões no mercado financeiro.

No fim das contas, isso é bastante útil até quando paramos para pensar em como funcionam os diferentes projetos de criptomoedas. Levando em conta que eles buscam resolver problemas que existem no sistema tradicional, se soubermos como esse tradicional funciona, fica ainda mais intuitivo executar as melhorias.

Um caso que faz pensar, usando o comparativo entre o sistema tradicional e o que o universo cripto traz para otimizar, é a questão dos empréstimos p2p: se no sistema que conhecemos há a necessidade de uma instituição que centralize as coisas (e com isso aumente o custo do próprio empréstimo), existe por exemplo o Aave, que traz uma solução descentralizada para realizar empréstimos.

Então, mesmo que não tenha sido apresentada como vantagem direta, podemos colocar aqui indiretamente que entender melhor sobre investimentos de alto risco pode deixar uma pessoa mais preparada para utilizar com maior eficácia o mundo novo dos criptoativos.

Desvantagens dos investimentos de alto risco

Como tudo na realidade, também existem as desvantagens. Algumas delas são as seguintes:

  • As variações grandes e às vezes abruptas de preço que podem causar prejuízos grandes ao investidor (ou seja, o outro lado da moeda da primeira vantagem apontada);
  • Esses são os produtos de maior complexidade e que exigem um certo conhecimento para que a pessoa que vai investir entenda corretamente os riscos que irá correr;
  • Alguns desses investimentos podem causar prejuízos além do capital investido, isto é, fazer com que o investidor tenha que apertar ainda mais capital do que inicialmente para cobrir prejuízos, como alguns casos de operações com contratos futuros e derivativos.

Especificamente sobre esse último ponto, um exemplo ajuda a entender. No investimento em ações, se existe muita demanda por aquela ação, ela pode subir muito rápido – e o inverso é verdadeiro, também pode acontecer. Além disso, são as condições da empresa emissora da ação que governam esse preço, logo se a empresa falir é possível que a mesma passe a valer zero.

Então, importante frisar uma vez mais: o risco nesse tipo de investimento é elevado e isso na prática significa que oscilações fortes (ou até mesmo zerar o valor) são coisas que estão dentro das possibilidades. Estar ciente disso é muito importante antes de tomar qualquer decisão em relação a esse tipo de investimento.

Dicas para investir em ativos de alto risco 

Investir em um ativo de alto risco é um caminho repleto de conhecimento e autoconhecimento. 

Primeiro que quem investe precisa entender muito bem sobre o tipo de ativo em questão, seja ele uma ação, derivativo, câmbio. Sem conhecer bem o ativo em questão, quem investe estará mais fazendo uma aposta do que necessariamente investindo. 

O autoconhecimento serve para entender quanto de seu capital vale a pena arriscar em algo que pode variar em grandes proporções. Aqui entra a já conhecida dica de buscar conhecer qual seu perfil de investidor. Investimentos de alto risco são mais adequados para quem tem um perfil agressivo de investimentos.

Por último, mas não menos importante, a diversificação entre ativos de alto risco e de baixo risco pode produzir resultados muito proveitosos e diminuir as variações totais no patrimônio. Sabe aquela história de que “não se deve deixar todos os ovos na mesma cesta”? Então: colocar todo seu dinheiro apenas em ativos de maior risco não é a ideia mais saudável. 

Enfim, fazer ou não esse tipo de investimento?

Investimentos de alto risco podem ser grandes aliados para quem investe, desde que os riscos e os ativos sejam entendidos e combinados com investimentos de baixo risco. 

Além disso, o investidor nunca deverá fazer apenas um grande investimento de alto risco e sim combinar diversos deles de naturezas diferentes, porque assim as variações negativas de alguns poderão ser compensadas por outros ativos, dando assim menor variação no capital total investido.

Como sempre te lembramos aqui no blog da Bitso, conhecimento é um conjunto de ferramentas que ajuda muito qualquer trilha e, em sendo a dos investimentos e do que fazer com seu próprio dinheiro, não é diferente!

Bitso Brasil
O Time Bitso é formado por especialistas em criptomoedas, garantindo informações seguras e precisas sobre o mundo cripto.